terça-feira, 26 de novembro de 2013

É HORA DE SUAR A CAMISA! CESSO INICIA PREPARAÇÃO FISICA PARA O CARIOCA


O elenco do Bonsucesso se reapresentou na tarde desta terça-feira (26) no estádio Leônidas da Silva. Os atletas realizaram um leve trabalho físico no centro do gramado. Foi o primeiro contato do grupo com a comissão técnica. Há principio nos próximos dias o elenco vai trabalhar apenas a parte física.

Para o preparador físico Marcio Meira, o alto grau de competitividade dos estaduais exige que uma equipe inicie a disputa num estágio razoável de preparação física. Por isso, ano a ano, os jogadores estão cada vez mais sendo exigidos durante as pré-temporadas.

“Nas competições atuais, cada rodada é mais decisiva. Então você tem que jogar o maior número de trabalho para o atleta entrar na competição num nível bom logo no início. O condicionamento ideal ele vai atingir durante a competição”, explicou
o preparador.


O Bonsucesso estreia no Campeonato Carioca diante do Volta Redonda, no dia 18 ou 19 de janeiro, em local ainda a ser confirmado pela Federação de Futebol do Rio.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

BONSUCESSO SE REAPRESENTA COM O PENSAMENTO NO ESTADUAL 2014


O elenco do Bonsucesso se reapresentou na tarde desta segunda-feira (25/11), no estádio Leônidas da Silva, para dar início à pré-temporada. Serão quase dois meses de preparação até a estreia no Estadual, que começa no dia 18 de Janeiro.

Se reapresentaram apenas dez jogadores remanescentes do elenco vice-campeão da Série B. Os demais não tiveram seus contratos renovados

A nova comissão técnica também foi apresentada, embora Ricardo Barreto tenha se mantido no cargo de treinador. Tivemos algumas mudanças, César Mello será seu auxiliar, o preparador físico será Marcio Meira, o preparador de goleiros Ronaldo Franco, o fisioterapeuta será Vitório Batista e na gerência de futebol Mauricio Mattos. Na supervisão de Samuel Correia continua no cargo.

Os jogadores e a comissão técnica se reuniram no salão nobre do clube, o presidente do conselho Deliberativo Claudio Menezes, o gerente de futebol Mauricio Mattos, o supervisor de futebol Samuel Correia, o treinador Ricardo Barreto participaram da reunião

“Vamos ter quase dois meses de preparação até a estreia do Carioca. O grupo que se reapresentou é bem reduzido. Nas próximas semanas vamos trabalhar a montagem do elenco. A competição será muito dura. É necessário um comprometimento maior do que 100% de todos”, analisou o técnico Ricardo Barreto.

A partir desta terça-feira (26/11) os atletas sob a supervisão do preparador físico Marcio Meira começam os trabalhos da pré-temporada. Os jogadores realizarão uma bateria de exames, e ao decorrer da semana terão o primeiro contato com o gramado do estádio Leônidas da Silva.

OS REMANESCENTES

Goleiros: Leandro Santiago e Gustavo
Lateral-direito: Marquinhos
Lateral-esquerdo: Marlon
Zagueiro: Lucas Gama e Victor Hugo
Volantes: Allan e Michel Ricardo
Atacante: Erick e Rennan

SANTIAGO DEMONSTRA GRATIDÃO AO BONSUCESSO


A menos de 24 horas da reapresentação do elenco do Bonsucesso, que visa a pré-temporada para o Carioca de 2014, o goleiro Santiago ainda mantém viva a lembrança de seu ano no Leão. O atleta, que foi eleito o melhor jogador da Série B de 2013, falou com exclusividade ao FutRio.net sobre o acesso do Rubro-anil, suas conquistas na temporada e mais.

Confira na íntegra a entrevista completa!

FutRio: Como foi o caminho para o acesso?

Santiago: Foi um ano longo. Tínhamos certeza desde o inicio da preparação, em janeiro, que a equipe era boa e que nós poderíamos representar o Bonsucesso com qualidade no ano do centenário. Mas só isso não seria suficiente e tivemos que dar muito mais de nós mesmos e fomos nessa batida. Doação em campo e comprometimento com o companheiro de equipe foram fundamentais e aos poucos conseguimos subir um degrau de cada vez.

FR: O que a temporada de 2013 representou para você?

S: Acredito que foi um recomeço. Ninguém me conhecia no Rio e graças ao trabalho desenvolvido aqui no Bonsucesso apareceram algumas boas propostas durante a serie B.

FR: E por que não aceitou?

S: Não aceitei porque tinha um objetivo, que era fazer história no Bonsucesso, no ano do centenário do clube. E com muito trabalho conseguimos. Por isso esse acesso vai ficar marcado na minha vida como um recomeço perfeito.

FR: Foi uma temporada tranquila? Sem problemas?

S: Não. Tivemos muitos problemas extra campo, mas fomos firmes no nosso objetivo, que era o acesso. Acredito que cada jogador que participou da Série B deveria ser muito valorizado, porque todos demonstraram estar muito comprometidos, mesmo com os problemas que tivemos. O elenco inteiro queria esse acesso e nosso objetivo foi cumprido, por isso queria que todos seguissem no Leão. Mas não sei quem vai continuar no grupo em 2014.

FR: Qual o sentimento que fica após ter conquistado o acesso com o vice-campeonato?

S: Me senti aliviado. Pois além de ter conquistado o acesso para o Cesso eu consegui “aparecer”. No entanto agora começa um outro sentimento, que é a ansiedade, já que não sabemos o que vai acontecer daqui para frente.

FR: Você segue como o goleiro do Rubro-anil da Leopoldina?

S: Tenho contrato com o Cesso até o dia 06/12 e vou me reapresentar com o elenco nesta segunda (25/11). Ia ser legal seguir como o “Paredão Rubro-anil” em 2014 (risos). Eu, o Ricardo Barreto e o pessoal da diretoria já conversamos, faltam algumas coisinhas, mas como há interesse das duas partes não acho que teremos problemas para estender a minha ligação com o clube.

FR: Considerando que você fica no Leão, o que espera de 2014?


S: Em dezembro voltaremos a trabalhar pensando na primeira divisão e tomara que a gente consiga formar um grupo tão bom e comprometido como o de 2013. Pois assim vamos conseguir colocar o Cesso entre os melhores e nos destacar mais uma vez.

FR: O que representou para você ser eleito o melhor goleiro da Série B e ainda por cima receber o troféu de craque da competição?

S: É bom demais saber que fiquei entre os melhores da Serie B. Treinei muito e tive que abdicar de muita coisa para chegar nesse objetivo. Sou grato ao Bonsucesso e ao Ricardo Barreto, que me deram essa oportunidade maravilhosa no centenário do clube, ao Cléber Val (ex-treinador de goleiros do Leão) e ao Renato Rodrigues (treinador de goleiros do Cesso), pois eles foram os maiores responsáveis pela minha conquista pessoal.

FR: Você conhecia o FutRio? O que achou da cobertura e da festa de premiação da Série B?

S: Não conhecia, mas agora não deixo de acessar. É sem dúvida o portal mais completo sobre o futebol Carioca e dá o mesmo valor para todos os clubes do Rio. Em relação à festa, o FutRio está de parabéns. Ficou bem bacana a confraternização e foi um ambiente bem família e descontraído. Ano que vem quero estar presente novamente (risos).

FR: O que fica de positivo e de negativo na temporada?

S: De bom a minha volta ao futebol carioca, o acesso no ano do centenário, os amigos que fiz aqui e as premiações individuais, que ajudam a dar visibilidade. De ruim apenas a Copa Rio.

Reapresentação

O elenco do Bonsucesso se reapresenta nesta segunda, às 15h. A reunião na sede do clube, na Rua Teixeira de Castro, é o pontapé inicial para a pré-temporada do Rubro-anil, que visa o Carioca de 2014.


Fonte: Futrio.net

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

FOI DADA A LARGADA PARA A TEMPORADA 2014 DO BONSUCESSO NO ESTADUAL

Foi dada a largada. O elenco do Bonsucesso se apresenta nesta segunda-feira (25), às 15 horas no estádio Leônidas da Silva. O rubro-anil começa a sua preparação para o Campeonato Carioca de 2014. O Bonsuça estreará na competição diante do Volta Redonda, no dia 19/01, em local e hora ainda à definir.

Também será apresentada a nova comissão técnica para o próximo ano, o treinador Ricardo Barreto continua no cargo, o novo preparador físico será Márcio Meira, o gerente de futebol Mauricio Mattos, e o supervisor Samuel Correia.

Do elenco que conquistou o acesso para a elite do futebol Carioca, dez atletas continuarão fazendo parte do grupo em 2014. Ao decorrer do próximo mês outros atletas que já estão sendo observados serão integrados ao grupo.

O elenco do Bonsucesso treinará durante a semana no estádio Leônidas da Silva, e a partir da outra segunda-feira, dia 02/12, realizará seus treinamentos no CEFAN, até o dia 08 de Janeiro.

O Bonsucesso estreia no Campeonato Carioca, no dia 19/01 diante do Volta Redonda em local e hora ainda a definir.

sábado, 16 de novembro de 2013

COLUNA DO GEORGE JOAQUIM: "A TABELA, A ESTRELA E A HISTÓRIA"

O Campeonato Estadual da Série A 2014 já possui uma tabela. Diferente de 2012, o Bonsucesso não estreará contra um grande da elite do futebol carioca. E o melhor, se tudo ocorrer bem sobre o nosso estádio, o Cesso poderá se aproveitar do fator campo sobre o Volta Redonda e abrir uma vantagem de três pontos. Esta mesma vantagem poderá se repetir sobre os outros times que enfrentam os grandes na 1ª rodada.

Jogar na Teixeira de Castro será fundamental, mas manter uma rotina de vitórias em nosso campo, também será fundamental. Todos estarão contra o Cesso. Os clubes remanescentes da elite de 2013 e mais a Cabofriense, que promete um alto investimento na formação da equipe.

As datas, horários e estádios serão confirmados pela Federação. E o time? Esta confirmação será do Presidente Zeca Simões, provavelmente no final de novembro ou início de dezembro. Quem sai? Quem fica? Quem volta?

Resgatando a Estrela

Voltando para 2012, o Cesso adotou em sua camisa, sobre o escudo, uma estrela. Provavelmente a estrela representava o título de Campeão Carioca de 1919 pela Liga Suburbana de Futebol. Entusiasmado com a ideia do reconhecimento pela Federação, o Presidente Zeca Simões apoiou a iniciativa deste feito. Mas, a partir da Copa Rio de 2012, a estrela foi retirada.

Os nossos triunfos, sejam eles reconhecidos ou não, merecem amplas divulgações. O maior reconhecimento de uma trajetória histórica é declarado pela própria associação, através de seus dirigentes e torcedores. A estrela tem que voltar. Se por algum motivo não representar o título dos heróis suburbanos, pelo menos possa representar o 1º centenário da casa dos heróis.
  
Resgatando a História

No último dia 09 de novembro, o Título da 1ª Divisão da Liga Suburbana de Futebol completou 94 anos. Nesta data, no ano de 1919, o empate de 2 a 2 entre Dois de Junho e Bonsucesso garantiu a Taça de Campeão. Comemorando esta página de nossa história, trechos da pesquisa do jornalista Silvio Barsetti serão publicados nesta coluna. Os dados pesquisados na Biblioteca Nacional serviram para a matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo da edição de 10/04/2011, sob o título “Um Título Inédito Para mudar a História do Bonsucesso” (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,um-titulo-inedito-para-mudar-a-historia-do-bonsucesso,704307,0.htm).

A seguir, três equipes do Cesso visualizadas pelo jornalista em sua pesquisa:

►15/06/19 - BONSUCESSO 2 x 1 Modesto (de virada) [Escalação do Cesso: Mello, Altamiro, Silva, Rocha, Costa, Cabral, Flávio, Caballero, Santos, Martins e Silva].

►22/06/19 - Confiança 1 x 1 BONSUCESSO (Escalação do Cesso: Vianna, Altamiro, Alamiro, Oscar, Cabral, Castilho, Caballero, Flávio, Samuel, Martins e Santos).

►29/06/19 - BONSUCESSO 4 x 1 Central (Escalação do Cesso: Domingos, Altamiro, Alamiro, Oscar, Augusto, João, Flávio, Caballero, Santos, Andrada e Basílio).


Abração a todos.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

BONSUCESSO TERÁ TRÊS JOGOS FINAIS LONGE DE CASA NO CARIOCA 2014

O acesso para a Série A do Carioca foi de grande comemoração para Cabofriense e Bonsucesso, mas os dois clubes terão dois obstáculos complicados na reta final do Estadual. Tanto o Tricolor Praiano quanto o clube da Leopoldina jogarão uma sequência de partidas fora de casa nas rodadas finais do primeiro turno do campeonato, de acordo com o sorteio dos jogos realizado no arbitral desta terça-feira (12), na sede da FFERJ.

 A Cabofriense fará quatro partidas consecutivas fora de casa nas últimas quatro rodadas. O Tricolor Praiano encara Volta Redonda, Friburguense, Audax Rio e Flamengo. Por sua vez, o Bonsucesso jogará fora de casa em seus últimos três jogos, contra Madureira, Vasco e Friburguense.

Uma sequência de partidas seguidas fora de casa também afetará o Friburguense, que poderá precisar se deslocar 1.017 km em apenas uma semana para enfrentar Volta Redonda, Macaé e Botafogo, todos longe de Nova Friburgo. Isso se repetirá entre a décima e décima-segunda rodadas, diante de Madureira, Boavista e Fluminense.

Em contrapartida, o Nova Iguaçu será mandante nos seus três primeiros jogos, mas deve jogar no Laranjão apenas os dois compromissos iniciais. Contra Duque de Caxias e Cabofriense, os jogos serão no Jânio Moraes, mas a partida contra o Vasco deverá ter uma sede diferente, como aconteceu em 2011 e 2013, quando Volta Redonda abrigou os jogos entre o Laranja Iguaçuano e o Gigante da Colina.

Outra equipe que pode ser beneficiada com uma sequência em casa é o Bangu, que deve encarar Audax Rio, Nova Iguaçu e Fluminense em Moça Bonita, entre a terceira e quinta rodadas. 

Fonte: Futrio.net

terça-feira, 12 de novembro de 2013

FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DIVULGA TABELA DO CAMPEONATO CARIOCA 2014


A Ferj sorteou nesta terça-feira a tabeça do Campeonato Carioca-2014. Na primeira rodada, Flamengo e Vasco estrearão como mandantes contra Audax e Boavista, respectivamente. Botafogo e Fluminense serão visitantes contra Resende e Madureira.

A primeira rodada do Carioca está prevista para o dia 19 de janeiro, um domingo, podendo ter jogos marcados para o dia 18, sábado.

A fórmula da competição mudou. Ela será disputada em turno único, com os quatro primeiros colocados se classificando às semifinais e dois, posteriormente, às finais.

Por causa da mudança de formato, oito times farão oito jogos como mandante. A metade de cima da tabela do Carioca-2013 terá um mando a mais que os times da parte de baixo (oito contra sete).

PRIMEIRA RODADA

Flamengo x Audax
Vasco x Boavista
Madureira x Fluminense
Resende x Botafogo
Bonsucesso x Volta Redonda
Friburguense x Bangu
Cabofriense x Macaé
Nova Iguaçu x Duque de Caxias

Fonte: Lancenet.com.br

FEDERAÇÃO APRESENTA A BOLA OFICIAL DO CAMPEONATO CARIOCA 2014


A Federação do Rio de Janeiro apresentou nesta terça-feira, no início da reunião do conselho arbitral, a bola que será usada no Campeonato Carioca de 2014. É predominantemente branca, com detalhes em verde, amarelo e azul. É uma boa notícia para os que sentiram falta da cor tradicional no segundo semestre do futebol brasileiro, já que na Copa do Brasil e no Brasileirão foi usada uma bola laranja, de outra fabricante. Durante a reunião, realizada na sede da entidade, serão sorteados os grupos e anunciados detalhes do próximo estadual. 

De acordo com o release de divulgação, a bola faz parte de uma linha de produtos da marca voltados para "atletas velozes" e a inspiração para o desenho veio da história indígena do país. A bola conta com uma aplicação de verniz dourado que faz com que brilhe quando exposta à claridade. O preço sugerido para a KV Carbon 12 é de R$ 299,99, e a venda começa em dezembro. Uma réplica do modelo será vendida por R$ 69,99.


- A temporada será uma das mais importantes da história do futebol brasileiro e mundial. Não poderíamos deixar de homenagear o Brasil nesse ano tão marcante, quando o país será alvo da atenção do mundo inteiro - afirmou o gerente da Topper do Brasil, Germán Pipet.

Fonte: Globoesporte.com

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

COLUNA DO GEORGE JOAQUIM: O DIA QUE O BONSUCESSO ENFRENTOU O RAMOS

O dia 14 de junho de 1914 pode ser o registro do 1º clássico do subúrbio da Leopoldina da cidade do Rio de Janeiro. Neste dia, Bonsucesso e Ramos (ambos fundados em 1913) enfrentaram-se no campo do Cesso, próximo a estação de trem.

Este amistoso suburbano foi acompanhado pela reportagem de um grande jornal na época, O Imparcial. Por três dias (16, 17 e 20/06/1914), o jornal publicou textos e fotos do evento, valorizando o crescimento do futebol pelos bairros suburbanos da cidade e também o patrimônio do Bonsucesso, que apresentava ao público o seu novo campo.

O clássico foi completo somente na partida dos segundos times com a vitória do Ramos por 4 a 2. A partida dos primeiros times foi interrompida ao anoitecer, quando o Ramos vencia por 2 a 1. Infelizmente, a matéria só divulgou os nomes dos atletas das equipes do Ramos F.C.


Alguns trechos da cobertura do Jornal O Imparcial:


Realizou-se domingo ultimo, no novo ground do valoroso Bomsuccesso na estação do mesmo nome, um match amistoso entre as esplendidas e bem treinadas equipes dos clubs supra mencionados.

As equipes disputantes são valorosas. Os componentes, pela maneira por que se portaram em campo, como perfeitos sportmen merecem justos elogios.

O Ramos F.C., comquanto possuidor de excellente defesa não tem uma linha de ataque à altura de seu bom e leal competidor...”


Jornal O Imparcial, edição nº 532 de 16/06/1914 (terça-feira)




Nos subúrbios, o foot-ball já se vae desenvolvendo. Bomsuccesso já tem seus clubs mais ou menos organizados.

Domingo passado, no field do Bomsuccesso Foot-ball Club, houve um match entre a sua equipe e a do Ramos F. Club.

A assistência era bastante numerosa, notando-se gentis senhoritas, que maior realce davam à festa sportiva.

O Bomsuccesso fez construir num dos lados do ground uma pequena archibancada, da qual poderão os assistentes presenciar mais commodamente o desenrolar da luta.

Logo à entrada do field vê-se um mastro de quatro bandeiras, construído com certa elegância.

No match contra o Ramos, o Bomsuccesso foi vencido no jogo dos segundos teams, pelo score de 4 a 2.

O jogo dos primeiros teams não terminou, devido ao adeantado da hora.

Foram juizes: no jogo dos segundos teams, o sr. Candido de Almeida, e no dos primeiros, o sr. Candido Staffel.

Os rapazes do Bomsuccesso fizeram servir às pessoas que assistiram ao match uma mesa de doces.

É esta directoria do Bomsuccesso:

Giovani Motta, presidente; Candido Stoffel, vice-presidente; João Ambrosio do Nascimento, 1º secretário; João Stozembach Moreira, 2º secretário; Maciel Pacheco, 1º thesoureiro; Alvaro Soares de Alvarenga, 2º thesoureiro; Mauricio Brunner, superintendente; Antonelli Coutinho, capitain; Plínio Coutinho, vice-captain.

Comissão fiscal – Annibal Soares de Alvarenga, Jorge Martins, Antonio França Leite, Paulo de Souza Carvalho e Alamiro Castro Leitão.



Jornal O Imparcial, edição nº 533 de 17/06/1914 (quarta-feira).

FEDERAÇÃO APRESENTARÁ TABELA DO CARIOCA 2014 NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA


A Federação de Futebol do Rio de Janeiro realiza, nessa terça-feira, 12 de novembro, às 15h, na sede da entidade, a reunião do Conselho Arbitral para o Campeonato Carioca da Série A de 2014. No Arbitral, serão debatidos: Proposta de calendário a ser apresentada pelo Fluminense FC; Deliberar sobre a proposta da FERJ para o Campeonato Estadual da Categoria Sub-20; Sorteio da tabela do Campeonato Estadual da Categoria Sub-20; Sorteio da tabela do Campeonato Estadual da Serie A de Profissionais; Assuntos gerais. Na ocasião, a Topper apresentará a bola oficial da competição e os uniformes dos árbitros.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

BONSUCESSO É REPRESENTADO EM DOCUMENTÁRIO DO CANAL FUTURA

O Canal Futura reproduziu nesta quinta-feira (31), o documentário intitulado 'Alambrados do Subúrbio', da produtora Cinepoesias, no programa "Sala de Notícias", projeto que participou do IV Chamado Público entre 220 propostas de 85 produtoras diferentes.

Além de mostrar todo o trabalho das transmissões esportivas dos jogos da Série B pela web com destaque para a Rádio Jovem Olaria, o curta-metragem de 15 minutos abordou também a paixão e admiração dos torcedores pelos tradicionais clubes da Leopoldina.  Vale a pena conferir! 

CORPO DE JOÃO RODRIGO É ENTERRADO EM SULACAP, NO RIO DE JANEIRO


Amigos e parentes do comerciante João Rodrigo Santos Silva, de 35 anos, sequestrado e decapitado na noite da última segunda-feira, prestaram as últimas homenagens ao ex-jogador que teve a cabeça deixada dentro de uma mochila na frente da casa da família, em Realengo. Na tarde desta quinta-feira, o corpo do ex-atleta foi sepultado no cemitério da Saudade, em Jardim Sulacap. Bandeiras do Madureira, Bangu e Duque de Caxias, times que João defendeu, cobriram o caixão do comerciante. Muito emocionada, a mulher do ex-jogador, a policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro de São Carlos, Geísa Silva, de 31 anos, vestiu a camisa do Bangu, time em que o marido jogou durante dois anos.

Um familiar, que preferiu não se identificar, contou que a família entregou o caso nas mãos de Deus. Ainda segundo esse parente, Geísa está recebendo atendimento de três psicólogos da Corregedoria de Polícia Pacificadora (CPP).

— Nós não temos forças, estamos arrasados. Só pedimos a Deus que nos dê forças e conforte o coração de Geísa — disse.

O ex-treinador de João Rodrigo no Duque de Caxias, Marcelo Buarque, contou que o comerciante jogou pelo time da Baixada Fluminense de 2007 a 2009. Segundo Marcelo, o ex-jogador era uma pessoa tranquila, divertida e engraçada. Para ele, a morte de João foi muito brutal.

— O que fizeram foi uma barbárie, um crime brutal de uma maldade sem fim. Estou muito triste, porque ele estava animado com o andamento da sua loja de suplementos — lamentou.

Polícia investiga se crime tem relação com roubo à loja da vítima

A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil investiga se postagens feitas numa rede social por João Rodrigo Santos Silva, podem ter relação com o crime. No dia 15 de outubro, o perfil da loja de João no Facebook publicou imagens que de três homens que teriam sido responsáveis por um roubo ao estabelecimento dois meses antes, em 13 de agosto.

Na página que leva o nome da loja do ex-jogador - “Força Natural Produtos” -, o comerciante escreveu: “Pessoal, me ajude a colocar esses ladrões de lojas na cadeia. Fui furtado por esses criminosos, quem reconhecer um desses me ajude!”. A postagem incluía 20 imagens de câmeras de segurança, que mostram três homens caminhando pela rua. O roubo, que causou um prejuízo de cerca de R$ 10 mil, foi registrado na 33ª DP (Realengo) na ocasião.

- Vamos comparar com a filmagem que flagrou dois homens, um deles armado, rendendo a vítima na porta da loja na noite de segunda-feira. A hipótese de que sejam as mesmas pessoas é uma das linhas de investigação - explicou o inspetor Rafael Rangel, chefe de investigação da DH.

Fonte: Jornal Extra