terça-feira, 29 de outubro de 2013

CRIMINOSOS CONHECIAM COTIDIANO DA FAMÍLIA DE JOÃO RODRIGO

Chefe de investigação da DH, Rafael Rangel contou que João foi rendido na porta de sua loja por dois homens, um deles armado, às 19h45m. Um terceiro ficou na cobertura, em outro carro - possivelmente um Astra. Os bandidos colocaram o comerciante no banco do carona de seu carro e seguiram com ele. A movimentação foi flagrada por uma câmera instalada na rua. A polícia analisa as imagens.



Ainda de acordo com Rafael, os bandidos conheciam a rotina da família. Os investigadores já sabem que João não tinha passagens pela polícia e o motivo do crime continua desconhecido.

- Não há dúvida de que foi uma execução. Nada é descartado. Aguardamos os laudos da perícia feita no local (onde a cabeça foi encontrada) e também do IML - disse o chefe de investigação.

Em depoimento, a soldado Geísa disse que o casal não sofria ameaças. Ela continua sendo ouvida.

Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário: