quinta-feira, 15 de março de 2012

COLUNA ''OPINIÃO E HISTÓRIA'' COM GEORGE JOAQUIM


Domingo de Decisão.

O jogo contra o Americano de Campos, penúltimo colocado do Campeonato, poderá ser o jogo da superação. O Bonsucesso terá que sair do momento delicado em que vive no campeonato. Há coisas piores, mas nós estamos a certo tempo vivendo mais na periferia da “rabeira” do que a periferia da “ponteira”.

A primeira tentativa de superar as dificuldades do campeonato começou com a contratação de Marcão como o novo treinador da equipe em substituição a Wilson Gottardo. Fico pensando o tempo que o Bonsucesso perde ao apostar em determinados profissionais. É realmente corajoso investir em nomes que causam desconfiança na qualidade técnica para um campeonato que traz sempre o fantasma do rebaixamento para as equipe que estão “mal das pernas”. Experiências devem ser feitas em outras categorias onde o lado profissional, técnico e disciplinador devem ser aprimorados ao pretendente do cargo de técnico de uma equipe principal.

Voltando ao termo superação, Marcão estréia contra o Olaria na Bariri. Começa sua trajetória no clube com um empate. Até aí tudo bem, estava pouco tempo na direção. Contra o Vasco a equipe teve uma atuação de gala e o entendimento foi que a superação acontecia a partir do jogo em São Januário para o resto do campeonato. Mas a decepção contra o Bangu foi um freio na reação rubro-anil. A derrota contra o Volta Redonda “acendeu a luz vermelha”, como escreveu o irmão rubro-anil André Veras.

O jogo contra o Americano será uma decisão. A equipe precisa vencer o 2º pior do Rio. Com uma única vitória no campeonato, o grupo tem que superar esse 1º critério de desempate na igualdade de pontuação. Marcão também precisa vencer. Um técnico não pode viver de empates e derrotas. E muito menos o time!

Mais uma rodada sem a Teixeira. É um campeonato que o Bonsucesso joga contra 16. Lembram de uma velha máxima do futebol: “o time jogou contra 12, os jogadores adversários e mais o árbitro”. Alguém percebeu quem faz o papel de árbitro nessa máxima?

A luta é grande! É na emoção de torcedor que convido a todos de “pele e coração rubro-anil” a comparecer em Edson Passos no próximo domingo. Vamos, até o jogo, fazer uma corrente pra frente para energizar nossa equipe a superar este obstáculo.

Resgatando a História.

Há quase 29 anos o Bonsucesso concretizava a última vitória sobre o Americano. No dia 20 de novembro de 1983, o Rubro-Anil da Leopoldina vencia a equipe campista na Teixeira de Castro por 1 a 0. Em 1983 o Americano não conseguiu vencer o Bonsuça. O jogo do 1º turno do Campeonato Estadual em Campos, a equipe do Bonsucesso também venceu o Americano por 1 a 0. Acompanhe as fichas técnicas dessas partidas aqui no Fanáticos.

Americano 0 x 1 Bonsucesso

Data: 04/09/83
Competição: Campeonato Estadual
Local: Godofredo Cruz (Campos)
Árbitro: Élson Pessoa
Renda: Cr$ 899.500,00 com 1.285 pagantes
Gol: Jorginho, 42’ do 2º tempo

Americano: Zé Carlos; Totonho, Ronaldo, Oliveira e César; Índio, Fazoli e Gilson; Rogério, Maciel e Jairo. Técnico: Luís Alberto.

Bonsucesso: Ronaldo; Helinho, Manuel, Osmar e Gilmar; Delaci (Vasconcelos), Carlos Alberto e Edson I; Paulinho Carioca, Russo (Jorginho) e Edson II. Técnico: Velha.

Fonte: Blog do Marcão.

Bonsucesso 1 x 0 Americano

Data: 20/11/83
Competição: Campeonato Estadual
Local: Teixeira de Castro
Árbitro: Arthur Ribeiro Araujo
Renda: Cr$ 270.000,00 com 270 pagantes
Gol: Jorginho, 13’ do 1º tempo

Bonsucesso: Ronaldo; Helinho, Osmar, Jorge Scot e Gilmar; Luis Augusto, Carlos Alberto e Vasconcelos; Mauricinho, Jorginho e Edson.

Americano: Zé Carlos; Totonho, Ronaldo, Oliveira e César; Índio, Antonio Carlos e Zé Roberto; Amarildo, Maciel e Sérgio Pedro.

Fonte; Jornal dos Sports (21/11/83) - Acervo Marzulo Paladini.

Abração a todos.


4 comentários:

sócio desde 71 disse...

O segundo e o quarto parágrafo é a tradução do que pensa a verdadeira torcida e o quadro social rubroanil.Parabéns pela coluna e espero que o senhor sempre permaneça nas arquibancadas da vida defendendo essa instituição maravilhosa e nunca deixe de defender esse manto sagrado e por favor nada de ser comentarista de araque no rival, já basta a decepção que tivemos com um novo conselheiro que era ótimo torcedor e agregava cada vez mais torcedores com seu entusiasmo de torcedor fanático, o sr. é um orgulho de todo torcedor e sócio desse maravilhoso e simpático clube.Boa sorte.

Herman disse...

Grande George. Sábias palavras. Você disse tudo. O Bonsucesso não é laboratório pra se ficar fazendo experiências. É necessário investir, e certo. Não há margem para erros. Temos que vencer.

RONALDO FANATICO ATRAS DO GOL disse...

bom dia!

porque quando posto somen meus comentarios !


nao posso mais comentar ?

ronaldo fanatico atras do gol disse...

ganhamos graças a deus e nossa senhora de bonsucesso nos proteja em baixo de seu manto sagrado .


Avante cesso!


Muito feliz parece gente que fui campeao