sexta-feira, 2 de setembro de 2011

NA MÍDIA: TÚLIO NO 'EE BOLSA' DO ESPORTE ESPETACULAR



A irreverência voltou ao futebol do Rio de Janeiro. Depois de ser campeão da Série B do Carioca e garantir o acesso à elite estadual, o Bonsucesso anunciou no fim de agosto a contratação de Túlio Maravilha até o fim do ano. Ao saber da notícia, o "EE de Bolsa" não perdeu tempo, acompanhou o primeiro treino do atacante no "Teixeirão", conversou com seus novos companheiros de time, com o técnico Manoel Neto e, claro, bateu um papo divertido com o "Rei do Rio".

Marcada a entrevista com Túlio, a equipe do "EE de Bolsa" pediu aos internautas que enviassem perguntas para o jogador através do Twitter (@eedebolsa). A escolhida foi a do internauta Maxwell Guerra: "Você se considera um metrossexual?". Túlio não se intimidou e mandou bala.

- Sou vaidoso como uma pessoa normal, mas não sou obcecado. Acho que as coisas têm que ser todas naturais. Procuro sempre sair de casa com o cabelo arrumado, protetor solar não faz mal a ninguém, fazer sempre a barba, principalmente para dar entrevista e ficar bonito na telinha, mas uma vaidade normal. Não sou esse metrossexual que vocês pensam, não. Pessoa simples, moderna, mas que gosta de estar sempre presente e bonita para as fãs.

Artilheiro do Campeonato Carioca por três vezes (Botafogo em 1994 e 1995; e Volta Redonda em 2005), Túlio não esconde sua paixão pelo Rio de Janeiro e reconhece que estava com saudade da torcida, do sol, do futebol e do carnaval da Cidade Maravilhosa.

- Eu sou um bagunceiro organizado. Tudo o que faço é planejado, é para o bem do futebol e é a cara do Rio. Esse sol maravilhoso, carnaval, futebol, samba... tem essa coisa da ginga brasileira. Então, eu sou carioca e por isso estou aqui. O Rei do Rio voltou! - anunciou o jogador que, segundo as suas contas, já anotou 967 gols e pretende chegar aos 995 antes de voltar ao Botafogo para marcar o milésimo.

Na última segunda-feira, poucos torcedores foram ao estádio Leônidas da Silva, o "Teixeirão", para acompanhar o primeiro treino do atacante pelo Bonsucesso. Se a torcida não compareceu em peso, o sol marcou presença com força. O forte calor de 35º não impediu que Túlio treinasse com o grupo e já arrancasse elogios dos novos companheiros.

- Quando ele está com o microfone ele se transforma mesmo. É gente boa, fiquei impressionado com a simplicidade dele - disse Alex Sassá, volante e capitão do Bonsucesso no título da Série B estadual.

O treinador Manoel Neto, mais conhecido como o "Rei do acesso" por já ter subido de divisão com vários times em nove oportunidades, também foi só elogios ao novo comandado.

- O Túlio é uma pessoa especial. Ele é muito querido no Rio de Janeiro todo. Não tem torcida. Além da torcida do Botafogo, que foi onde ele mais jogou, Flamengo, Fluminense, Vasco, todo mundo gosta do Túlio. O Rio adotou o Túlio e eu tenho certeza que o Bonsucesso vai fazer a mesma coisa.

Já são mais de 30 times defendidos na carreira e muitos amigos no futebol. A irreverência e as frases polêmicas são marcas registradas do artilheiro que conquista os torcedores por onde passa. Para Túlio Maravilha a tática é simples, fazer gol dentro e fora dos gramados - pelo menos até chegar ao milésimo.

- O futebol está um pouco monótono, aquela rotina, todo mundo fala a mesma coisa. Então enquanto eu ainda estiver em atividade, um dos últimos moicanos no futebol, vou brincar, usar a criatividade, o marketing para brincar com o torcedor, com o clube, com a cidade. Enfim, tanto é que já até batizei o primeiro gol que eu vou fazer no Bonsucesso: "Teleférico da Leopoldina". Tudo isso movimenta a cidade e principalmente o torcedor.



Nenhum comentário: