domingo, 8 de fevereiro de 2015

ADIVINHE: O BONSUCESSO VENCEU, EMPATOU OU INFELIZMENTE PERDEU MAIS UMA?



Na tarde deste sábado, 7, o Bonsucesso enfrentou o Botafogo na reinauguração do Estádio Olímpico Municipal João Havelange, o Engenhão. O Alvinegro se impôs e não deu chances ao Rubro-Anil que, sem conseguir dar seu ritmo de jogo acabou goleado por 4 a 0.

Logo no início da partida, o Botafogo mostrava que era ele quem mandava em seu próprio campo. Errando muitos passes, o Leão da Leopoldina tinha dificuldades para avançar e levar perigo aos donos da casa. Aos 10 minutos veio o primeiro gol. Rodrigo Pimpão serviu Diego Jardel que entrou na área e chutou com força. A bola carimbou a trave e voltou pro mesmo Jardel que, dessa vez, mandou para o gol vazio.

Saindo atrás na partida, o Bonsuça tinha que correr atrás do resultado, mas acabava esbarrando nas próprias limitações e dando campo para o adversário. Aos 21, a defesa Rubro-Anil falhou e Bill aproveitou a bola lançada pela direita e completou para o fundo da baliza. A bola ainda bateu no zagueiro antes de entrar.

A melhor chance do Leão veio, aos 29, com Miguel que mandou um petardo certeiro e Jefferson salvou. O rebote ainda sobrou para Lucas que fuzilou, mas esbarrou novamente no grande talento do arqueiro botafoguense. O final do primeiro tempo não guardou muitas emoções ao público presente. No apito final, ainda começou uma pequena confusão quando Marcelo Mattos se irritou com uma entrada dura do adversário. Jogadores das duas equipes começaram a trocar empurrões, mas logo os ânimos se acalmaram.

Na volta do intervalo, o Botafogo foi soberano. O Leão pouco conseguia esboçar reação e o time da casa aproveitava para correr atrás de um resultado ainda melhor. Logo aos 4 minutos, cobrança de falta para o Fogão. Carleto bateu forte, por baixo da barreira, e a bola acertou o cantinho de Preto, que não pode fazer nada.

Com uma ampla vantagem no marcador, o Botafogo tocava a bola e administrava o placar construído. Aos 11 minutos, Pimpão arriscou um lindo toque de cobertura que carimbou a trave. Por pouco não saiu um golaço. Mesmo sem grande esforço, o quarto tento botafoguense veio aos 26, com Fernandes. O jovem jogador se livrou da marcação, invadiu a área e chutou. Preto ainda defendeu no reflexo, mas o rebote sobrou para o próprio Fernandes que completou para a rede. Ficou por isso mesmo: 4 para o Botafogo; 0 para o Bonsucesso.

Na próxima rodada, quarta-feira (11), o Leão da Leopoldina receberá o Barra Mansa no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, às 17:00h, com transmissão ao vivo da Web Rádio Jovem Carioca.

A partida

Botafogo 4 x 0 Bonsucesso - Campeonato Estadual, 3ª rodada - 07/02/2015 às 17h

Estádio Olímpico Municipal João Havelange (Rio de Janeiro-RJ)

Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga

Assistentes: Andréa Izaura Maffra e Patrícia Silveira de Paiva

Botafogo: Jefferson; Gilberto, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão (Fernandes 12'/2ºT), Diego Jardel e Tomas Bastos (Gegê 30'/2ºT); Rodrigo Pimpão e Bill (Sassá 22'/2ºT). Técnico: René Simões.

Bonsucesso: Preto; Ryan, Jadson, Renan e Cristiano (Robertinho 25'/2ºT); Júnior, Marquinhos (Clodoaldo 25'/2ºT), Fernando e Matheus Salgado (João Cleriston 31'/2ºT); Lucas e Miguel. Técnico: Caio Couto.

Cartões amarelos: Diego Jardel (BOT); Fernando, Matheus Salgado, Lucas, Miguel (BON)

Gols: Diego Jardel 10'/1ºT (1-0); Bill 21'/1ºT (2-0) Thiago Carleto 3'/2ºT (3-0); Fernandes 26'/2ºT (4-0)

Público: 9.562 pagantes (11.147 presentes)

Renda: R$ 319.720,00

Fonte: Diego Zurita
Foto: Celso Pupo

Nenhum comentário: