domingo, 8 de fevereiro de 2015

A VOZ DO TORCEDOR: DESABAFO DE UM APAIXONADO




  Amigo George e todos os torcedores e admiradores do nosso Bonsuça, é inacreditável o que estão fazendo com essa Instituição Centenária. Um clube de tanta tradição no qual vivenciamos 18 anos de sofrimento na série B. Estava no meu silêncio, mas diante desse cenário não poderia deixar de expressar minha opinião. Por mais que o investidor tenha boa vontade, na série A não existe a mínima possibilidade de se brincar de futebol. Vamos deixar de lado a vaidade e nos unir, pois, ainda é tempo de tentarmos reerguer e acordarmos esse Gingante da Leopoldina. Nós temos uma torcida vibrante, apaixonada, visto que, no jogo em Conselheiro Galvão, onde você mesmo meu amigo George pode presenciar a presença da nossa torcida na social do nosso coirmão Madureira que por ironia do destino tem escrito na sua parede: “Aqui só se torce pelo Madureira.”, mas que naquela quarta, pedindo licença a torcida do Madureira estava escrito: “Aqui só se torce pelo Bonsucesso”. Não quero  arrumar culpados, porém, não podemos deixar de ressaltar a luta de seus atletas e nem culpar a comissão técnica por esse início vexatório no qual envergonha a nossa torcida. Estamos longe de termos a maior torcida, mas costumo dizer que quantidade não é qualidade, e a nossa torcida esbanja qualidade. Como é do conhecimento de todos, desde 2012 tirei meu registro de jornalista, desde que Júlio Cesar Ferreira, me fez um convite para comentar os jogos do Bonsucesso na série A depois de 18 anos na série B. Me sentir lisonjeado, pois ele poderia fazer esse convite para muitos torcedores ilustres, como você, Meireles, Robinho, Cesar, e tantas outras pessoas gabaritadas. A partir desse convite, vislumbrei a possibilidade de contribuir para que o nosso querido Leão da Leopoldina pudesse ter uma visibilidade melhor na mídia, e posso afirmar que conseguimos, não só minha pessoa, mas como você, e outros demais ilustres torcedores.

  Em relação ao treinador atual, não o conheço pessoalmente, e para ser sincero não tenho nenhum interesse de conhecê-lo, apenas gostaria de saber que experiência esse senhor tem para dirigir um clube na série A. Na Copa Rio, assisti apenas ao primeiro jogo contra a Friburguense e foi o necessário para avaliar que esse profissional não iria longe à competição. Mas ele não é o culpado, e sim, aqueles que o colocaram no comando. Volto a dizer, como foi em 2012, todos os atletas e componentes na comissão técnica vão, mas a torcida apaixonada fica, por isso, peço ao mandatário do clube que nesse momento retome as rédeas e mostre que futebol não é brincadeira, pois estão brincando com os torcedores e admiradores do Bonsucesso Futebol Clube. Nós merecemos respeito.
André Veras.

3 comentários:

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Apoiado!

Herman disse...

Caro André, gostei muito da sua coluna, sobretudo da última frase. Por favor, onde é que eu assino?

Anônimo disse...

André, meu
amor, estou sempre torcendo por você. E