terça-feira, 27 de agosto de 2013

RUBRO ANIL RENOVA COM ELENCO ATÉ O FIM DA COPA RIO E ANUNCIA REFORÇOS.


O Leão da Leopoldina mostrou que não “vai a passeio” para a Copa Rio de 2013. A equipe da Leopoldina anunciou nesta segunda (26) a renovação de contrato de todos os jogadores que disputam a Série B do Carioca até o término da Copa Rio. Além de renovar com os atletas que participam do triangular final da Segundona, a diretoria do clube anunciou a contratação de quatro reforços, entre eles, a do atacante Juninho, ex-Portuguesa.
Confirmado pela diretoria do Cesso nesta segunda (26), todos os jogadores que disputam a Série B assinaram um termo aditivo de seus respectivos contratos até o fim da Copa Rio. A renovação soou como “prêmio” para muitos atletas, que se sentiram prestigiados pelo clube.
Velhas e novas caras reforçam o Leão
O Bonsucesso deu como certa a contratação de quatro atletas para reforçar a equipe para a Copa Rio de 2013: os meias Fábio e Rafael e os atacantes Juninho e Alex Alves. Estes dois últimos com passagens recentes pelo Rubro-anil.
Um deles foi Alex Alves, o “Alex Gol”, que atuou no Cesso em 2013. O jogador não renovou contrato para seguir no elenco que disputa a Série B devido a uma lesão no púbis. Mas, acreditando na recuperação do atleta, a diretoria fez uma nova proposta ao atacante que aceitou atuar na Copa Rio.
Outro contratado e velho conhecido do torcedor do Leão foi o atacante Juninho. O jogador, que estava treinando com o elenco do Cesso há alguns dias, foi o destaque do Cesso no acesso para a Série A em 2011. Vestindo a camisa do Rubro-anil, Juninho também atuou na primeira divisão do Carioca, em 2012. O atacante, vinculado ao Boavista, atuou neste ano pela Portuguesa, na Série B, e chega por empréstimo até o fim do ano.
Além dos dois jogadores já conhecidos do torcedor do Leão da Leopoldina, o Rubro-anil selou a contratação de dois jogadores para reforçar seu meio de campo: Fábio e Rafael. Este com passagens pelo futebol europeu, em times como Padova (ITA) e Chievo (ITA). Os dois jogadores passaram por um período de avaliações no clube e seguem treinando com o elenco do Rubro-anil.
O nome dos atletas já consta no Bira (Boletim Informativo de Registro do Atleta) da FFERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), mas apenas o de Alex Alves já aparece no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Sendo assim, Alex Gol é o único, até esta segunda (26), regularizado.
Materia : Raffa Tamburini (FutRio)
Foto : Gustavo Azevedo

BONSUCESSO PERDE E É ELIMINADO DA TAÇA CORCOVADO

Foto: Anderson Luiz
Materia: Vitor Costa (FutRio)
Na volta da Série B, o Angra dos Reis deu sequência a série surpreendente e passou por cima do Bonsucesso na semifinal disputada na tarde deste sábado (14) no Estádio Jair Toscano de Brito, na Costa Verde. Com o imponente placar de 3 a 0, o Tubarão Azul alcançou a grande decisão da Taça Corcovado e está a uma vitória de garantir presença no triangular final da Segundona, fase que define os dois promovidos à elite em 2014.
Com a possibilidade de se classificar com um empate, o Angra dos Reis ignorou a vantagem e jogou para vencer. Logo aos sete, em rápido contra-ataque, Dinei avançou pela direita e bateu cruzado, mas a bola foi para fora. Dois minutos depois, a resposta do Bonsucesso. Camilo cobrou falta para a área e João Paulo cabeceou. O goleiro Felipe fez bela defesa.
A etapa complementar foi mais agitada. Porém, novamente, quem tomou a iniciativa foi o Angra dos Reis. E o time da Costa Verde acabou sendo premiado aos 11 minutos. Filipinho deu um chutão para o alto após cobrança de escanteio e a bola sobrou nos pés do lateral-esquerdo Índio. Dentro da área, ele agiu como um centroavante e deu um leve toque para abrir o marcador.
Depois de levar o gol, Ricardo Barreto pôs o time para frente promovendo as entradas de Leandro Motta e Marco Túlio. Já Leandro Silva pôs mais um zagueiro, Joel. Porém, quem se deu bem foi justamente o Angra. Aos 34 minutos, Ferrari avançou pelo setor esquerdo em velocidade e foi derrubado por João Paulo na área. Pênalti que Galvão bateu no meio do gol e ampliou.
Já completamente abatido, o Bonsucesso não mostrava forças e sofreu um duro golpe logo em seguida. Aos 41, Filipinho deu um chute despretensioso da direita e acabou enganando o goleiro Santiago. Entretanto, o atacante tirou a camisa e, como já tinha cartão amarelo, foi expulso e vai desfalcar o time na decisão. No lance seguinte, quem levou o vermelho foi Luiz Otávio, do Bonsucesso, em falta dura.
No fim, foi só comemorar. A torcida fez a festa e já voltou as atenções para a grande decisão, sábado (17), a definir se as 15h ou às 19h30min, no Alair Corrêa, contra a Cabofriense..
A partida
Angra dos Reis 3 x 0 Bonsucesso – Taça Corcovado, semifinal – 14/08/2013
Estádio Jair Toscano de Brito (Angra dos Reis-RJ)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Márcio Moreira de Queiroz e José Carlos Batista de Arruda
Angra dos Reis: Felipe; Luciano, Alex, Ronaldo e Índio (Ferrari 32′/2ºT); Galvão, Tomaz, Ferreira e Thyago Fernandes (Joel 21′/2ºT); Filipinho e Dinei (Filipe Daniel 26′/2ºT). Técnico: Leandro Silva.
Bonsucesso: Santiago; Victor Hugo, João Paulo, Luiz Otávio e Marlon; Allan, Pará (Lyndson 27′/2ºT), Luiz Filipe (Marco Túlio 14′/2ºT) e Camilo; Renan e Pardal (Leandro Motta 19′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.
Cartões amarelos: Alex, Ronaldo, Dinei, Filipinho, Ferrari e Felipe Daniel (ANG); Victor Hugo, Luiz Otávio, Pará, Camilo e Luiz Filipe (BON)
Cartões vermelhos: Filipinho 42′/2ºT (ANG); Luiz Otávio 43′/2ºT (BON)
Gols: Índio 11′/2ºT (1-0); Galvão 34′/2ºT (2-0); Filipinho 41′/2ºT (3-0)

BONSUCESSO É GARFADO E FICA NO EMPATE CONTRA A CABOFRIENSE


Na primeira rodada do triangular final da Série B, um jogo quente e repleto de emoções para Bonsucesso x Cabofriense na tarde desta quarta-feira (21) no Estádio Leônidas da Silva, no Rio de Janeiro. No fim, igualdade em 2 a 2 que levou as equipes a dois pontos na classificação geral (ambas começaram com um por terem sido campeões dos turnos). Marco Túlio e Pardal fizeram para o Bonsuça; Capixaba e Eberson empataram.
Primeiro tempo começa eletrizante
O começo de triangular foi eletrizante. Logo aos quatro minutos, a Cabofriense já teve chance incrível de abrir o placar. Eberson recebeu de Abedi e chutou de primeira, mas Santiago caiu e defendeu. Em seguida, o Cesso pulou na frente. Renan fez linda jogada pela esquerda, acreditou em um lance quase perdido e cruzou para Marco Túlio, aos seis, completar e fazer o primeiro do Rubro-Anil no Leônidas.
Mas, a alegria da torcida da casa não durou muito tempo. Aos 10, a zaga do Bonsucesso dormiu e a bola ficou com Eberson, que achou Arthur na esquerda. O meia cruzou para a área e Capixaba, como um bom centroavante, deu um leve toque e tirou de Santiago para empatar a partida.
Depois da parada técnica, a qualidade da partida caiu um pouco e as equipes esfriaram. As duas melhores chances foram do Bonsucesso, mas na bola aérea. Aos 21, cobrança de escanteio e Victor Hugo deu um leve toque, não o suficiente para assustar. Porém, aos 43 minutos, Camilo cobrou escanteio da esquerda e o baixinho Renan subiu mais que a zaga e acertou a trave de o goleiro Jefferson.
Segundo tempo: Cabofriense é melhor e Bonsuça é decisivo
Na etapa complementar, o Bonsucesso dominou a posse de bola, mas foi a Cabofriense que teve as melhores chances. Aos 10, Arthur perdeu lance incrível após lindo passe de Abedi na direita, chutando para fora. O mesmo Arthur, de cabeça, desperdiçou cruzamento de Capixaba aos 31. Quatro minutos depois, após cobrança de escanteio de Abedi, Pessanha também subiu mais que a zaga e mandou pra fora.
Quando tudo parecia se encaminhar para um empate, Leandro Motta, que acabara de entrar, fez linda jogada pela direita e tocou para Renan, que cruzou na cabeça de Pardal. O atacante não perdoou e desempatou a partida. Porém, novamente a alegria do Bonsuça durou pouco. 
Aos 43 minutos, Bruno Andrade foi puxado por Allan dentro da área. Pênalti que Eberson converteu e deixou tudo igual. VEJA O PENALTI E TIRE SUAS CONCLUSÕES :  
A partida
Bonsucesso 2 x 2 Cabofriense – Carioca Série B, 1ª rodada do triangular final – 21/08/2013

Estadio: Leonidas da Silva
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Gilberto Stina Pereira
Bonsucesso: Santiago; Marquinhos, João Paulo (Lucão 35′/2ºT), Victor Hugo e Marlon; Allan, Pará, Luiz Filipe e Camilo (Pardal 26′/2ºT); Renan e Marco Túlio (Leandro Motta 36′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.
Cabofriense: Jefferson; Medina, Pessanha, Vinícius e Leandro; Silvano, Abedi (Rodrigo 39′/2ºT), André Oliveira (Bruno Andrade 39′/2ºT), Eberson e Arthur; Capixaba (Fabiano 32′/2ºT). Técnico: Toninho Andrade.
Cartões amarelos: Allan, Renan, Pará, Camilo e Pardal (BON); Arthur (CAB)
Gols: Marco Túlio 6′/1ºT (1-0); Capixaba 10′/1ºT (1-1); Pardal 38′/2ºT (2-1); Eberson 44′/2ºT (2-2)

Materia: Vitor Costa (FutRio)
Foto: Carlos Junior