quarta-feira, 5 de setembro de 2012

COLUNA DE PAPO COM ''DOENTE'' COM ANDRÉ VERAS




Olá Amigos!

Foi uma vitória para lavar a alma sob os olhares desconfiado da torcida rubro anil. Mais começamos bem a Copa Rio, vencemos em casa e dividimos a liderança com a equipe do Madureira, no qual será o nosso adversário na próxima quinta-feira, em Conselheiro Galvão.

A equipe do Bonsuça não teve uma atuação brilhante, afinal nem poderia, pois essa equipe treinou apenas duas semanas, enquanto o nosso adversário, o Olaria, já treinava a um bom tempo. Mais não faltou disposição e vontade dos comandados do experiente Orlando Caulim, que foi muito feliz na armação tática do time e principalmente quando precisou fazer as alterações.

É muito cedo para fazermos uma análise individual da equipe, não podemos negar que o nosso goleiro Gustavo foi infeliz no lance do gol do adversário, mais no dia seguinte o goleiro do Inter/RS cometeu um lance semelhante, lembrando que o goleiro do time do Rio Grande do Sul é experiente e o nosso arqueiro Gustavo é um rapaz recém-promovido da categoria de juniores.

A nossa zaga está ainda se entrosando, como o nosso meio de campo também. No ataque, temos uma referência que é o Anderson Grafite, que mesmo um pouco sem ritmo mostrou atitude e no momento certo chamou a responsabilidade para si. Ao seu lado tento o Jeferson quanto o Alemão, pode fazer uma dupla bem perigosa.

Sendo assim, prefiro assistir o jogo contra o Madureira e depois no Leônidas da Silva, no próximo domingo contra o Grêmio Mangaratibense, para podermos fazer uma análise mais ampla da equipe. Mais o importante é que quebramos um tabu e conseguimos três pontos, mesmo sem muito entrosamento e ainda com muitos pontos a melhorar.

Gostaria de mencionar a minha felicidade ao reencontrar o nosso sócio benemérito e GUERREIRO, Rafael Marques, que abrilhantou a linda tarde de sábado com a sua presença, e demonstrando ser um verdadeiro pé quente, pois o mesmo fez uma grande falta no primeiro semestre, onde sofremos e sorrimos com a sua fantástica recuperação que serve como exemplo para o nosso Bonsuça que é possível vencer a tudo e a todos. Basta acreditar em si mesmo.

Também gostaria de agradecer ao Presidente Zeca Simões, ao Vice Presidente de Marketing Marcelo Munt, Vice Presidente de Futebol Rogério Amorim, ao Diretor de Futebol Régis Melo, ao Supervisor de Logística Carlo Chaves e o Assessor de Imprensa do Bonsucesso Futebol Clube, André Queiroz, que recebeu a equipe da Web Rádio Jovem Olaria/Guardiões do Bonsucesso com muito carinho e atenção, em nome de toda equipe gostaria de parabenizar pela organização  e logística do jogo. Foi uma tarde de sábado muito agradável.


E fica a minha pergunta: O que o Leônidas da Silva deixa a desejar aos outros estádios, principalmente ao do Resende, que não pode mandar seus jogos na série A? Deixo essa pergunta para vocês debaterem.

3 comentários:

George Joaquim Ferreira Machado disse...

O time mostrou determinação para vencer e às vezes o espírito de luta pode substituir algumas falhas técnicas. Houve um recuo perigoso da equipe durante a partida e poderia ter complicado a situação. Na Teixeira tem que ser pressão sempre no adversário com breves minutos de "refresco". Dos "herdeiros do desastre", Alex Alves foi bem e Bruno Ferreira mal. E aproveitando o pensamento de Pedro Paulo Vidal em seu blog, vencer o Clássico da Leopoldina é um Campeonato a parte. Abração a todos.

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Sobre o estádio, continuo a seguir o meu pensamento já publicado em outras ocasiões: "Em 2011 o Bonsucesso foi parceiro. Em 2012 foi adversário." Como não há rebaixamento na Copa Rio, o risco para alguns não existem. Mais uma vez, abração a todos.

Anônimo disse...

Não entendi pq agradecer ao Zeca e ao tal de Marcelo, tem que adradecer ao Rogerio q organisou tudo, sem dexar o zeca se meter. vc sabia que o zeca tentou enrolar os empresario ate a ultima hora na assinatura do contrato, iamos perder por WO. do Olaria, Acho q se o Zeca não se meter e atrapalhar o time pode melhorar