terça-feira, 10 de abril de 2012

GUIA ESPECIAL DA LUTA CONTRA O REBAIXAMENTO 2012


A LUTA PELO REBAIXAMENTO

A uma rodada do fim, a Taça Rio ganha traços dramáticos na ponta debaixo da tabela. Na classificação geral do Campeonato Carioca, seis times ainda brigam contra o rebaixamento: Boavista, Olaria, Madureira, Bangu, Bonsucesso e Americano. Este último precisa de um milagre para escapar. Torce por duas derrotas de Bonsucesso, Bangu ou Madureira, além de ter que vencer o Flamengo, no Engenhão.

Caso dois ou mais times empatem em pontos, os critérios de desempate são ignorados segundo o regulamento do torneio e é formado um Grupo X para definir a equipe rebaixada em uma fórmula de pontos corridos, no sistema de turno e returno.

A grande reviravolta da Taça Rio fica por conta do Bangu que, apesar de ter perdido todas as partidas da Taça Guanabara, fez 12 pontos no segundo turno e, no momento, está indo para o Grupo X, com o mesmo número pontos de Bonsucesso e Madureira.

- Controlar a ansiedade do grupo é a medida principal. Conseguimos sair de uma situação crítica, quase irreversível e temos que nos focar na vitória, que nos tira, no mínimo, do rebaixamento direto e nos leva para o Grupo X. Se todos os resultados derem certo (Madureira ou Bonsucesso tropeçarem), ainda escaparemos da queda. O grupo tem bastante tranqüilidade e age com maturidade - disse o técnico banguense, Cleimar Rocha.

Na mesma situação do Bangu, o Madureira também torce pelo tropeço de uma das equipes para escapar do rebaixamento com uma vitória simples, diante do Duque de Caxias.

- É uma briga boa, mas incômoda. Teremos a semana toda para trabalhar e é o momento para desenvolver o psicológico. É mais importante do que tudo, nesta hora, que tenhamos atenção para o emocional. Não é bom colocar pressão sobre os jogadores, mas tranqüilizá-los. A pressão, somente pela situação, já existe - disse o técnico do Madureira, Gabriel Vieira.

Olaria e Boavista estão à frente das três equipes empatas e dependem apenas de si, porém enfrentam Fluminense e Botafogo, respectivamente. A equipe de Saquarema escapa com apenas um empate diante do alvinegro de General Severiano, o técnico Marcão do Bonsucesso comenta a parte emocinal de sua equipe

- Na verdade, já viemos trabalhando há algum tempo a parte psicológica para a reta final. O grupo está preparado e ciente do que um bom resultado nos salva do rebaixamento, sem depender de nenhum outro resultado. Tudo no futebol é possível acontecer, no jogo de domingo contra o Friburguense, iremos buscar o ataque, como sempre, para garantir a nossa permanência sem depender de ninguém - disse Marcão, treinador do Bonsucesso

Briga contra o rebaixamento no Carioca


Um comentário:

Dêrauê disse...

Matéria bastante elucidativa.
Ainda dá pra acreditar que às 18h do próximo domingo tenhamos garantida nossa vaga na 1a divisão do ano do Centenário.
Basta que Bangu OU Madureira apenas empatem com Resende ou Duque de Caxias - estes jogando em casa, o que não é nada improvável. E, óbvio, que o Rubro-anil entre jogando como terminou o domingo passado: com raça, união, visão de jogo e o apoio da torcida.
Se assim for, poderemos dizer com propriedade: A VITÓRIA HOJE É NOSSA!
O Leão vai rugir mais alto na serra. PRA CIMA DELES, CESSO!!!