segunda-feira, 15 de outubro de 2012

ANÁLISE DA SEMANA COM ''HERMAN RUBRO-ANIL''.


BONSUCESSO COMEÇA SEGUNDA FASE COM O PÉ DIREITO !!!

FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!

Quem esteve ontem na Teixeira de Castro se deparou com a baixa temperatura que pairava sobre Bonsucesso durante toda a partida. A baixa temperatura contrastou com o ambiente do jogo, que era bastante disputado. A torcida, apesar de comparecer em número um pouco inferior ao esperado, marcou presença e empurrou o rubro-anil pra cima do Resende. A equipe da Região Sul-Fluminense havia perdido a partida de estreia para o Bangu e agora teria que partir pra cima do Bonsucesso pra tentar se recuperar na competição.

E foi isso que o time preto e branco começou a fazer nos primeiros segundos de jogo. O Bonsucesso tomou um susto inicial, mas não demorou a começar a reagir. Aos três minutos o Leão da Leopoldina chega com perigo e o goleiro Mauro, do Resende, executava boas defesas. Marlon, pela ponta-esquerda, criava boas jogadas de perigo – compensando a deficiência do setor de meio-campo - e era quem melhor atuava na partida. Se livrava da marcação da forte equipe do Resende da forma como podia. 
 
Do outro lado o Resende buscava encaixar o contraataque, tentando pegar a defesa rubro-anil de surpresa, mas tinha muita dificuldade de fazer a ligação do meio-campo com o ataque – mesmo problema do Bonsuça. Por isso, o meio-campo de ambas as equipes buscava marcar fortemente o oponente. Numa cobrança de córner, o Resende quase marca um gol olímpico; se não fosse a defesa providencial de Gustavo, provavelmente teria sido. 
 
Do meio da etapa inicial em diante, o Bonsucesso começou a atacar mais insistentemente pelo lado direito, livre de marcação. E foi justamente por esse setor onde se deu a jogada do gol do Bonsucesso: Alex Alves cruza para a área, a zaga do Resende se atrapalha toda e a pelota sobra livre para Bruninho tocar para o fundo do gol e fazer Bonsucesso 1 x 0 Resende aos 39 minutos da etapa inicial!!! Festa na Teixeira de Castro e o comentário atrás do gol dos Fanáticos era geral: o gol saiu na hora certa.

Na etapa final, o Resende parte pro tudo ou nada e volta muito mais impetuoso, disposto a tudo para reverter o placar. E quase conseguiu quando o atacante resendense avançou pela esquerda, ganhou da marcação e tocou na saída do goleiro Gustavo. Para nossa absoluta felicidade, a bola saiu à esquerda da trave, causando grande alívio aos rubro-anis que testemunhavam a peleja. Aos 16 minutos, o Cesso teve o volante Zé Paulo expulso pelo segundo cartão. Expulsão injusta, diga-se de passagem. 
 
Com um a menos, o Cessão da Leopoldina começou a ter ainda mais dificuldades em manter a vantagem no marcador. Numa cobrança de falta do time visitante, Juninho Linhares mandou um balaço na trave esquerda de Gustavo, sendo a melhor chance do alvinegro na partida. Mais um susto na torcida rubro-anil, ou, como diria o ilustre André Queiróz, um verdadeiro teste para cardíaco. Mas o Bonsuça se mantinha firme e ainda teve duas boas oportunidades de ampliar o placar, mas o goleiro resendense estava bem posicionado e defendeu com precisão.

Fim de jogo na Teixeira de Castro: Bonsucesso 1 x 0 Resende!!! Novamente valeu pelos 3 pontos. Se faltou a técnica, certamente sobrou a garra e o comprometimento com a vitória. O Bonsucesso precisava justamente disso: começar a segunda fase ganhando. Na tabela de classificação o Bonsuça já ocupa o G-2, estando atrás somente do Bangu. Quarta a partida é contra o Audax, lá em São João de Meriti. Seria muito importante se o Bonsuça conseguisse vencer novamente, mas caso empate, ainda fica no G-2, pois ambas as equipes iriam a 4 pontos, mas o Bonsuça ganharia no índice técnico e ainda teria um jogo a menos. Agora é esperar quarta-feira para termos o confronto e esperamos também que o time rubro-anil já esteja melhor entrosado até lá.

Abraços, galera!!!

Saudações rubro-anis!!!!

3 comentários:

Dêrauê disse...

É isso aí, Herman! Parabéns pela matéria. Vamos fazer o nosso dever de "fora de casa" e torcer pro Bangu tomar uma sapecada do Goyta lá em Campos.
Grande abraço!

Herman disse...

Valeu, Derauê!!! E eu esqueci de colocar na matéria que pela primeira vez na história o Bonsucesso derrotou o Resende. Grande abraço. Pra cima deles, cesso!!!

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Em São João de Meriti, nada de derrota!