sexta-feira, 22 de junho de 2012

COLUNA ''OPINIÃO E HISTÓRIA'' COM GEORGE JOAQUIM


Papo de Torcida.

Amigos leitores. Confesso que ficava com uma pontinha de decepção ao visitar os estádios adversários nos campeonatos do Rio de Janeiro. Todos os tradicionais do Rio e mais os clubes interioranos estampavam em seus alambrados faixas com nomes de torcidas e até certo ponto organizadas cantando palavras de incentivo às equipes. O único que não possuía essa reunião de jovens incentivando a equipe era o Bonsucesso. Então, em 1997, fundei a Força Rubro-Anil, no sentido de chamar a atenção dos jovens, principalmente filhos de torcedores.

 Com os meus pais na Teixeira de Castro em 1997.

Faixa confeccionada e lá estava nos jogos estendendo-a no alambrado ou se possível nas grades da arquibancada coberta. Na Teixeira até que conseguia em algumas oportunidades reunir uns garotos e fazer "barulho" incentivando a equipe gritando "ah é Bonsucesso!" e cantando "Dá-lhe, dá-lhe Bonsucesso, com muito orgulho, com muito amor...". Mas nos outros estádios essa galerinha não comparecia e eu ficava com meus pais e a presença de poucos torcedores como o "China" e depois me acompanhando o André Veras. Em 2001, Veras encomendou uma linda bandeira com o escudo do Bonsuça e o nome da torcida. A faixa e a bandeira estavam lá, significando o nosso amor pelo clube. 

A faixa da Força Rubro-Anil está na história da última conquista do Bonsuça. No intervalo do jogo de 23/07/11, Bonsucesso x Estácio (o Cesso perdia de 1 a 0) coloquei-a, com o auxílio do colunista Herman, atrás do gol do Estácio. Sabe lá se a minha velha faixa deu sorte!



Dez anos depois da criação da Força Rubro-Anil é criado o Blog “Fanáticos Pelo Cesso”. Administrado por André Queiroz tornou-se o principal meio de informação do Bonsucesso Futebol Clube e um "point" de encontro de leitura dos torcedores. Notícias sobre o Bonsuça, colunas, enquetes e promoções, enfim, um Blog completo para uma torcida apaixonada. E o Blog virou torcida. Tradicionalmente posicionados atrás do gol próximo das cabines de rádio, os seguidores criaram a torcida "Fanáticos Pelo Cesso".


“Fanáticos Pelo Cesso”. Da esquerda para a direita, parte superior: Diego, Meirelles, Marcelo e Robinho. Parte inferior: Herman, César e Fabinho Pinho. Pressão Total atrás do gol.

A partir de 2008 novos movimentos surgem na Teixeira de Castro. São criadas a TOB (Torcida Organizada do Bonsucesso), Guardiões do Bonsucesso e a TRA (Torcida Rubro-Anil).


T.O.B. na Ilha. O segundo da direita para a esquerda é o André Queiroz.     Foto: Papo Esportivo.




T.R.A. na Social.

Atualmente a concentração se reúne em torno da TRA. Essa torcida se apresenta com bateria, “bandeirões”, um bom número de jovens e fazem a festa na social da Teixeira. Em 2011 a T.R.A. fez um importante papel de apoio ao nosso elenco e no jogo de subida do Bonsuça contra o Estácio, coloriu a Teixeira com papel picado e bolas e fez barulho com gritos de incentivo e cânticos de torcida.

Em 2012 demonstramos ser a maior torcida do trio suburbano de menor investimento. A distância não foi suficiente para esfriar o nosso amor pelo Cesso. A chama Rubro-Anil está acesa e será difícil apagá-la. 


Longe da Teixeira, mas perto do Time.



Resgatando a História

Há 85 anos, dia 19/06/1927, o Bonsucesso aplicou uma goleada histórica na segunda divisão. O Campeão de 1927 venceu o Independência por 7 a 2. Confira a ficha técnica da partida:

Bonsucesso 7 x 2 Independência   
                                                                         
Data: 19 de junho de 1927
Local: Rio de Janeiro / RJ
Juiz: Benedito Leandro Palhares
Caráter: Campeonato Carioca – 2ª Divisão – 1927
Gols: Lucio (3), Bider (2), Jorge e China / Hamilton (2)

Bonsucesso(RJ): Ary; Alvarenga (Fontoura) e Aniceto; Jorge, Eurico e Pereira; China, Ernesto, Bider, Lucio e Manequinho.

Independência(RJ): Julião; Valtrão e Ademar; Américo, Baica e Newton; Geraldo, Hamilton, Antonico, Alfredo e Fernando.    
                                                                                                      
Fonte: Jornal o Paiz (Rio de Janeiro / RJ). Artigo de Julio Diogo publicado em Cacellain.com.

Abração a todos.



4 comentários:

RONALDO FANATICO ATRAS DO GOL disse...

MESTRE, GEORGE OTIMO GOSTEI MUITO DESTA , COLUNA .

BOM MOSTRAR COMO TUDO ACONTECE .

Herman disse...

Grande George, sua coluna foi show de bola. Muito legal essa observação. Você é um sério candidato à presidência do Bonsucesso Futebol Clube. Acho que você um dia virá a ser. Grande abraço pra você e para a Dona Marlene!!! E vamos torcer pra que agosto chegue logo que é pra gente ver novamente o Bonsuça em campo. É um saco quando não tem jogo do Bonsuça...

Dêrauê disse...

Apoiadíssimo, Herman!!!! Inda hemos de chamar Prof. George de presidente, com orgulho!
Depois da eliminação do Sub-17, só nos resta fazer corrente positiva pela participação na Copa Rio...
Grande abraço

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Obrigado pela leitura e palavras! Realmente é um tédio viver sem futebol! Vamos unir nossos pensamentos para a disputa da Copa Rio e revelar talentos que honram nossa camisa e bandeira.
E 2013 fazer o efeito Friburguense: caiu em 2010 e subiu no ano posterior.
Abção a todos.