segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

FORA DE CASA, BONSUCESSO EMPATA COM O TIGRES E CONTINUA FORA DA ZONA


Pela sexta vez neste Campeonato Carioca, Tigres do Brasil e Bonsucesso saíram de campo sem vencer. As duas equipes empataram em 0 a 0 na tarde deste domingo (22), em jogo disputado no Estádio de Los Larios, em Xerém, Duque de Caxias, válido pela 6ª rodada do Estadual.

Superior no primeiro tempo, o Bonsucesso teve boas oportunidades de abrir o placar. Na primeira dela, aos 12, após cobrança de escanteio, Jadson bateu de primeira e obrigou Santiago a fazer um milagre, tirando a bola de cima da linha. Pouco depois da parada técnica, o goleiro do Tigres fez outra boa defesa, dessa vez defendendo um voleio de Élton.

No fim do primeiro tempo, Lucas Fernandes, do Bonsucesso, reclamou de falta após lance duro com Renan Silva, do Tigres. Após o apito final do primeiro tempo, o jogador do time visitante descontou, porém o árbitro viu e o expulsou da partida, deixando o Bonsuça com 10 jogadores em campo.

Na etapa complementar, com um a mais em campo, o Tigres foi superior na posse de bola. Mas este fator não foi transformado em chances claras de gol. Tanto que o goleiro Preto só fez uma defesa, em cabeçada de Matheus, aos 42 do segundo tempo. No fim, torcedores das duas torcidas gritaram "times sem vergonha" e o placar não teve alterações.

A partida
Tigres do Brasil 0 x 0 Bonsucesso - Campeonato Carioca, 6ª rodada - 22/02/2015 às 16h

Estádio de Los Larios (Duque de Caxias - RJ)
Árbitro: Antônio Frederico de Carvalho Schneider
Assistentes: Patrícia Silveira de Paiva Retondario da Silva e Diego Luiz Couto Barcelos

Tigres do Brasil: Santiago; Tiago Bastos, Zé Carlos (Matheus Avelar - intrvalo), Júnior e Arthur Carangola (Ricardinho 6'/2ºT); Renan Silva, Sassá, Jean Carioca e Luciano (Jhonatan 17'/2ºT); Marlinho e Paulinho Guará. Técnico: Rubens Filho.

Bonsucesso: Preto; Thiago Ryan (Ivan 5'/2ºT), Jadson, Elton e Cristiano; Julinho, Marquinhos, Fernando Chagas (Renan 42'/2ºT) e Robertinho; Lucas Fernandes e Miguel (Yuri 26'/2ºT). Técnico: Marcelo Salles.

Cartões amarelos: Zé Carlos, Jean Carioca, Marlinho, Matheus Avelar e Jhonatan (TIG); Preto, Cristiano, Julinho e Miguel (BON)

Cartão vermelho: Lucas Fernandes - intervalo (TIG)

Público: 273 pagantes (363 presentes)
Renda: R$ 5.210,00

Fonte e Foto: Vitor Costa (FutRio.net)

2 comentários:

Anônimo disse...

Poderíamos ter consiguido resultado melhor. É bom lembrar que já jogamos com os dois times, teoricamente, mais fracos da competição sem vitória (Barra Mansa e Tigres). Acho que o Boavista, que está na lanterna, não vai ficar lá por muito tempo pois tem um time melhor que outros, inclusive que o Cesso. A situação não é nada confortável.
Nossa briga deve ser com os dois que já citei e, talvez, com o Nova Iguaçu.
Para termos um pouco de tranquilidade precisamos de pelo menos mais dois jogadores: um meia que organize o time (se for bom de bola parada, melhor ainda) e um atacante de referência que defina as jogadas de ataque o tem sido criadas.

Herman disse...

O Bonsucesso precisa vencer o Friburguense, ou, miseravelmente, conseguir novo empate - se bem que já passou da hora do Leão voltar a vencer. Mas vai ser uma dureza bem braba para o time enfrentar o clima altamente gélido de Nova Friburgo. Fora o próprio Friburguense, que é um adversário chato.