quarta-feira, 19 de março de 2014

FEDERAÇÃO IRÁ DEBATER CARIOCA COM 12 CLUBES NA 2ª FASE EM 2016

Em meio a tantas cobranças, o presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, anunciou na tarde desta segunda-feira a criação de fórum para discutir nos próximos meses a viabilidade de o Campeonato Carioca ter 12 clubes numa segunda fase, na qual entrariam os quatro grandes, a partir de 2016. A ideia é reduzir o número de datas para ampliar o período de pré-temporada e também qualificar mais a competição.

Além da quantidade de clubes, o fórum vai abordar diversos outros aspectos que envolvem o campeonato, como os estádios, preços, segurança, sustentabilidade... De acordo com Rubens Lopes, vão participar da discussão todos os segmentos, como, por exemplo, os clubes, a imprensa, polícia e bombeiros. 

O comandante da Ferj evitou garantir mudanças e optou pela cautela no discurso.

- Não disse que vou diminuir (o número de clubes). A segunda fase teria 12. É uma sugestão que vai ser levada a este fórum de debates. Se isso for um caminho, vamos ver a forma que será implementado. Muito se fala, muito se acha, mas a Federação já vinha amadurecendo uma ideia, um projeto e vamos colocar em prática com esse fórum sobre o nosso futebol - disse.

Desde 2010, o torneio conta com 16 equipes, sendo 12 consideradas pequenas no cenário estadual. A justificativa é oferecer a possibilidade de estes clubes obterem mais recursos com cotas de TV e patrocinadores por causa da visibiilidade. Com o novo projeto, estes 12 lutariam por oito vagas numa primeira fase, entre dezembro e janeiro.

Uma das principais características do Carioca deste ano é a baixa frequência de público e a utilização de equipes reservas, nos casos de Flamengo e Botafogo, que estão na Libertadores. Este será um ponto central das discussões.   

- Queremos estabelecer o diagnóstico para a baixa frequência do torcedor nos estádios. O produto continua sendo atrativo, porque uma pesquisa demonstrou que a audiência do Carioca é de 42%, do Paulista de 43%, e da Libertadores 44%. O torcedor migrou do campo para a televisão - disse Rubens Lopes.

Rubinho informou que a entidade fechou uma parceria com uma empresa de gestão de negócios e marketing esportivo, a Trevisan, para viabilizar esta série de debater e auxiliar o trabalho de sua equipe. No próximos 30 dias será feita a formatação e logística do forum. A divulgação dos detalhes será feita até o fim de maio. Os encontros vão acontecer depois da Copa do Mundo até o fim de outubro.

- A Federação não é impermeável a mudanças. Acredito que agora teremos subsídios para fazer isso com coerência. Vamos prospectar ações e critérios que possam ser implementados nas temporadas 2015 e 2016. Apesar da bienalidade, alguns aspectos podem ser ajustados, como preços, horários, local dos jogos e uma série de outras coisas que independem de posição legal - disse Rubens Lopes.

O evento contou com a presença do presidente do Botafogo, Mauricio Assumpção, e do vice geral do Vasco, Antônio Peralta. De acordo com a Ferj, não houve um convite formal para os clubes. Flamengo e Fluminense, além do Cruz-Maltino, divulgaram um documento em que repudiavam a reeleição de Rubens Lopes, consumada na semana passada em pleito com chapa única.

- Acho fundamental um espaço para esta discussão. O melhoria do futebol carioca interessa a todos nós - afirmou Maurício Assumpção.

Nenhum comentário: