segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

SAI RICARDO BARRETO E ENTRA ALFREDO SAMPAIO COMO NOVO TREINADOR


Após perder para o Bangu por 1 a 0, na tarde deste domingo, no estádio Leônidas da Silva, e continuar próximo da zona de rebaixamento, o técnico Ricardo Barreto se reuniu com a diretoria rubro-anil na manhã desta segunda-feira e pediu o desligamento do cargo.

Único remanescente entre os treinadores das equipes consideradas de menor investimento para a temporada 2014, Barreto agradeceu a oportunidade que teve à frente do clube, onde conseguiu o acesso à Série A após uma excelente campanha na Segunda Divisão no ano passado.

"Eu só tenho a agradecer ao Bonsucesso e aos torcedores pela confiança que depositaram em mim. Todos me ajudaram muito, inclusive, o presidente e saio pela porta da frente. Espero voltar um dia e, também faço votos, para que eles sigam na primeira divisão", afirmou via assessoria de imprensa.

No Campeonato Carioca, Ricardo Barreto comandou a equipe em oito jogos obtendo cinco empates e três derrotas, deixando o clube com cinco pontos na 14ª colocação, uma posição acima da zona de rebaixamento.

QUEM CHEGA

E o departamento de futebol agiu rápido e logo na seqüência anunciou a chegada de Alfredo Sampaio como novo treinador do Bonsucesso. O novo comandante será apresentado hoje à tarde na reapresentação do elenco na Teixeira de Castro.

Alfredo Sampaio tem longa carreira como treinador e já passou por vários clubes, entre eles, o Vasco da Gama. Iniciou a trajetória no São Cristóvão, onde lapidou o então menino Ronaldo 'Fenômeno' na década de 90. Logo depois passou por Bangu, Portuguesa-RJ, America, Itaperuna, Entrerriense, o Friburguense e o Madureira. No Avaí de Florianópolis atuou em grande parte do Campeonato Brasileiro da Série B de 2007 onde acabou em 15º colocado.

Ainda no final do ano de 2007, Sampaio deixou o Leão da Ilha de Florianópolis, e em 2008, voltaria a ser treinador do Madureira, mas deixou o clube ao ser procurado para ser auxiliar de Romário, que, para acabar de cumprir o seu contrato com o Vasco da Gama, estava atuando como técnico do clube. Após a saída de Romário no comando do time do Vasco da Gama, após um desentendimento com Eurico Miranda, na época presidente do time, Alfredo Sampaio assumiu o comando do time.

Pouco tempo depois, após uma séria desavença com o jogador Edmundo, ele próprio também deixou o comando do time do Vasco. Em 2009, voltou a ser treinador do Madureira e do Cabofriense. No ano de 2010, assumiu o comando do Americano de Campos, mas ficou pouco tempo no clube, devido a questões familiares. Em 2011, assumiu o comando do Boavista, onde a levou até a final da Taça Guanabara. Meses depois assumiu o comando do Duque de Caxias para a disputa da série B, onde após resultados negativos na competição, foi demitido no dia 23 de junho.

Em novembro do mesmo ano, acertou seu retorno ao comando do Boavista saindo do clube de Saquarema após a direção demiti-lo por telefone. Ainda passou pelo Volta Redonda e o Bangu posteriormente.

Além de técnico de futebol, Alfredo Sampaio acumula a função de presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol do Rio de Janeiro (SAFERJ) e de presidente da Federação dos Jogadores de Futebol do Rio de Janeiro. No cargo de presidente da SAFERJ, Alfredo Sampaio conseguiu significativas vitórias e conquistas a respeito dos direitos trabalhistas dos jogadores de futebol do Rio de Janeiro.


Nenhum comentário: