sexta-feira, 31 de maio de 2013

NOVA COLUNA DO ALEXANDRE DERAUÊ

(Foto: Reginaldo Pimenta - http://futebolfotoshow.wordpress.com/)

Rumo a Tóquio – via Rua da Chita
 A duas rodadas do fim da Taça Corcovado, o Rubro-Anil da Leopoldina conquista mais um título em seu centenário. Foi o do Concurso “CINEfoot 100 Anos de Paixão”, promovido pelo festival internacional de cinema de futebol CINEfoot, que teve sua 4ª edição realizada entre 23 e 28 de maio aqui no Rio de Janeiro. O mini-documentário “Diamante da Leopoldina”, o mais aclamado pelo público, resume a trajetória centenária do clube e conta com manifestações de torcedores, dirigentes e jogadores, além de lances da atual campanha na série B em busca do retorno à série A.

Além deste, outros dois filmes homenageando o Bonsuça participaram da competição, e também podem ser conferidos no youtube (Bonsucesso – 100 Anos de Paixão e Rubro-Anil).

Ninguém à nossa frente não só nas telas, mas também no campo. Depois de um início de campeonato temeroso, apenas uma rodada – a última – não começou tendo o Cesso na liderança. A vantagem para o segundo colocado, agora em um ponto, já foi maior. Ainda assim, graças a ele o time depende apenas de suas pernas – e das mãos do goleiro Santiago, em fase inspirada e, preciso dizer, sortuda – para conseguir a primeira colocação na tabela do segundo turno. Fazendo isso, garante a vantagem do empate na fase final da Taça Corcovado e pode sonhar com a conquista antecipada do oitavo título da série B em sua história, e com ele o acesso de volta à elite.

Para alcançar esse objetivo o grupo, que vem demonstrando unidade e vontade de superação desde o início do campeonato, terá duas provas decisivas nos próximos dois sábados.

No próximo, o “bonde do teleférico” vai até a estação de Bangu e visita o Ceres na famosa Rua da Chita, clássico jogo de seis pontos já que a equipe alvianil da zona oeste está empatada em todos os critérios – inclusive confronto direto – com o Barra da Tijuca na segunda colocação. No mesmo horário, o Barra enfrentará na rua Bariri um Mesquita lutando para sair da zona de rebaixamento.

A rodada seguinte – e final – será em casa, onde a linha arrasa e segue invicta. O adversário será o Tigres, atualmente com doze pontos, três a menos que o Bonsuça. Se o time de Caxias tiver vencido o Americano na rodada anterior, ainda estará na briga pela conquista de uma vaga nas semi-finais do returno, torcendo para um tropeço das demais equipes que estão à sua frente.

E, de onde menos se espera, a ajuda ainda pode vir. Uma mãozinha dos próprios clubes que também tem chances de classificação podem garantir o Leão no topo. A Cabofriense (4º lugar, 13 pontos), que ainda briga pela classificação, visitará o Barra Mansa (5º lugar, 12 pontos) na rodada deste sábado, e joga a última rodada, em casa, com o atual vice-líder Barra da Tijuca. O Ceres, próximo adversário do Rubro-Anil, subirá a Três Rios sete dias depois para encarar o América de lá (7º lugar, 8 pontos), hoje ainda com chances matemáticas de se classificar. Jogos perfeitos para se torcer pelo empate.
  
Alguém reconhece este estádio? (Foto: www.copa2014.gov.br)

O Leônidas tem laudo, já o Maracanã...

Deu no Jornal do Brasil: nem o Governo do Estado nem a Fifa apresentaram ao Ministério Público os laudos necessários para a liberação de público no novo Estádio, conforme prevê o Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/2003, artigo 23) e o Decreto Presidencial que o regulamenta (Decreto 6795/2009, artigo 2º).

Uma alternativa à multa de um milhão de reais, prevista pela decisão liminar da Justiça Estadual em caso de seu descumprimento, poderia ser a “praça de sports” da Avenida Teixeira de Castro, que atualmente conta com aval do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, da Vigilância Sanitária e do Conselho de Engenharia para promover espetáculos com o acesso de até 230 pessoas.

A Polícia Militar diz que o entulho das obras ainda em execução poderiam ser usados num eventual tumulto. O Governo diz que os laudos existem e serão apresentados. E os jogadores da Inglaterra disseram aos jornalistas, quando estes perguntaram se os bretões tinham conhecimento da decisão judicial, que não viam problema em realizar a partida na praia.


Obviamente, não foram apresentados aos campos de pelada do Aterro do Flamengo, onde todos os dias e noites o futebol se reencontra com o povo, que já há muito não frequenta as modernas e multimilionárias arenas esportivas.

Falando de Cesso...
- CINEfoot e Bonsuça no Sportv:

- O Diamante da Leopoldina no blog FUT POP CLUBE:
http://futpopclube.com/tag/o-diamante-da-leopoldina/

- O único brasileiro campeão mundial de 1950 era rubro-anil:
- ZICO FALANDO DO BONSUCESSO NO CINEFOOT: 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

NOVA COLUNA DO "HERMAN RUBRO ANIL"



FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!!! 
            E o Bonsucesso volta a vencer, depois de perder para o Barra da Tijuca no meio de semana. O time rubro-anil entra em campo pela 7ª rodada do returno da série B pensando nos 3 pontos para tentar recuperar a liderança do seu grupo e ficar mais folgado na tabela. O adversário é o Serra Macaense, equipe que faz uma péssima campanha no returno da competição; um adversário que parece perfeito para que o Bonsucesso conquiste mais uma vitória na temporada.
            O jogo começa e o rubro-anil busca ter o domínio das ações desde o princípio. O Leão tocava a bola de um lado para o outro e o limitado time visitante apenas assistia. O domínio rubro-anil consistia em ter a posse de bola e partir na base do abafa pra cima do time macaense, que, de vez em quando, ensaiava uns contra ataques pra lá de perigosos. Só que faltava para o time vermelho e azul os arremates; ninguém chutava a gol, consequentemente a bola não chegava à Renan e Marco Túlio, atacantes do rubro-anil, e isso ia deixando a torcida intrigada e irritada.
            Até que, num dos primeiros chutes a gol, o Bonsucesso abre o placar; numa cobrança de falta pela esquerda, a bola sobra para Renan se meter no meio dos zagueiros alviverdes, tocar para o gol e fazer Bonsucesso 1 x 0 Serra Macaense!!!! O gol saiu justamente no momento em que a insatisfação da torcida sucedia de forma mais evidente nas arquibancadas e nas sociais.
            Aí então o Serra Macaense resolveu acordar; em contra ataque perigoso, Leandro recebe a bola e tem a chance de finalizar, porém, para nossa alegria, ele rola a bola pra ninguém e o Cesso continua na frente no marcador. Minutos depois, bate-rebate na área rubro-anil, a bola nitidamente bate na trave, mas toda a equipe visitante pede o gol, alegando que a bola entrou. A arbitragem manda seguir o jogo. Na seqüência, Alan e Pará tiveram boas oportunidades de ampliar o marcador, mas não aproveitaram.
            Na etapa final, o Bonsucesso passou a calibrar melhor a pontaria; logo aos 4 minutos, Renan parte com a bola dominada e toca errado, proporcionando outro contra ataque do Serra Macaense. Na seqüência, Marco Túlio acabou desperdiçando uma seqüência de oportunidades; numa delas ele acaba vendo a bola passar por ele pois não contava com o erro da zaga oponente; depois ele recebe livre dentro da área mas acabou tirando do goleiro mais do que o normal, perdendo outra chance e por último ele tenta aproveitar cruzamento de Vinícius, só que o cabeceio sai em cima dos zagueiros macaenses.
            Depois da parada técnica, inexplicavelmente o Bonsucesso diminuiu o ritmo, o que permitiu um avanço imenso do Serra Macaense no restante da partida. O time se fazia cada vez mais presente na área bonsucessensse. Aos 25, Luiz Felipe tem excelente oportunidade de empatar a partida e só não o fez devido ao excesso de preciosismo na hora de finalizar. E tome-lhe Serra no ataque. Era um ataque atrás do outro, deixando o time inteiro do Bonsucesso perdidinho em vários momentos da partida. O aumento clamoroso do número de erros de passes do rubro-anil também contribuía muito para que os visitantes fossem com tudo na base do abafa pra tentar o empate. O Bonsucesso tentava tirar do jeito que dava, com chutão pro alto, bola pro mato que o jogo é de campeonato, chute em cima dos jogadores macaenses. Emoção pura!!! E a torcida sofrendo nas arquibancadas, roendo as unhas, xingando o juiz, os bandeirinhas, se irritando com o time, rezando e por aí vai.
            Em uma cobrança de córner do Serra, a bola passa com muito perigo por cima do goleiro Santiago, que vai na bola mas não alcança; pra sorte do Bonsucesso, ninguém dos visitantes chega pra arrematar o lance. Aí vem outro lance polêmico na partida; o atacante Romário, do Serra Macaense, chega a marcar o gol que seria o de empate, mas o bandeira apontou que o atacante estava na banheira.
            E no último lance do jogo, justamente o lance que definiu a partida, o Serra Macaense quase chegou ao empate, aos 49 (eu falei quase...); em cobrança de falta, a bola sobrou limpa para o zagueiro Dogão, que viu o gol escancarado à sua frente. Era o momento do empate. Era a hora do gol. O gol estava na frente dele, mastigado, cuspido e escarrado. Ele se prepara para o arremate fatal. A torcida rubro-anil está quase morrendo do coração. Alguns estão quase infartando. É um verdadeiro teste pra cardíaco. E aí, quando ele vai finalizar, o goleiro Santiago se lança na frente da bola e impede um gol que era certo. UMA DEFESA ESPETACULAR!!!! FOI O LANCE QUE SALVOU O BONSUCESSO NA TARDE DE SÁBADO. E  a vitória estava decretada (UFA!!!!) Bonsucesso 1 x 0 Serra Macaense!!! Placar final na Teixeira de Castro.
            Com o sofridíssimo resultado, o Bonsucesso recupera a liderança do grupo A, com 15 pontos, seguido de perto por Barra da Tijuca e Ceres, ambos com 14. O próximo compromisso do rubro-anil é no sábado que vem, contra o Ceres, em Bangu, às 15 horas. O Cesso precisa de mais uma vitória pra poder encaminhar a classificação às semifinais da Taça Corcovado. Até lá, galera!!! Saudações rubro-anis!!!!

BONSUCESSO ESQUECE DERROTA, VENCE E VOLTA A LIDERANÇA


Bonsucesso continua invicto em casa
Foi difícil, suado, mas o Bonsucesso conseguiu o que queria: se reabilitar da derrota na rodada passada e reassumir a liderança do Grupo A da Taça Corcovado. Na tarde deste sábado (25), o Rubro-Anil da Leopoldina derrotou o Serra Macaense por 1 a 0 no Estádio Leônidas da Silva, e pulou para a primeira posição, com 15 pontos, beneficiado pelo empate por 4 a 4 entre Barra da Tijuca e América de Três Rios. Por sua vez, o alviverde macaense não tem chances de classificação e segue na luta contra o rebaixamento.
Tudo isso só foi possível graças a um verdadeiro milagre operado pelo goleiro Santiago, aos 47 minutos do segundo tempo. Destaque também para o gol de Renan, acabando com a “maldição da camisa sete” – a única do clube que ainda não tinha balançado as redes na Segundona.
No primeiro tempo, o Bonsucesso rodou bem a bola e soube administrar com tranquilidade até conquistar o gol, através da qualidade na bola parada. Aos 20 minutos, Vinícius cobrou falta para a área e o baixinho Renan apareceu entre os zagueiros para cabecear, sem chances para o goleiro Gláucio, colocando o Rubro-Anil na frente. O Serra Macaense, por sua vez, não teve reação e foi para o intervalo perdendo.
Bonsuça relaxa e Serra Macaense quase empata
O panorama mudou completamente na etapa complementar. Displicente, o Bonsucesso viu o Serra Macaense começar a gostar do jogo. Chances e mais chances foram criadas em um jogo muito truncado. O Rubro-Anil até teve algumas oportunidades no contra-ataque, mas desperdiçou a maioria.
Entretanto, o lance capital da partida foi aos 47 do segundo tempo. Após cobrança de falta, o goleiro Santiago saiu de forma estranha, a bola bateu, rebateu e sobrou limpa para o zagueiro Dogão, que já era um atacante. Santiago se recuperou a tempo e operou um milagre, sacramentando o empate.
Na próxima rodada, o Bonsuça encara o Ceres, sábado (01/06), às 15h, no Estádio João Francisco. Já o Serra Macaense recebe o América-TR.
A partida
Bonsucesso 1 x 0 Serra Macaense – Taça Corvocado, 7ª rodada – 25/05/2013
Estádio Leônidas da Silva (Rio de Janeiro-RJ)
Árbitro: Diego da Silva Lourenço
Assistentes: Marcos Sivolella do Nascimento e Patrícia Retondário
Bonsucesso: Santiago; Marquinhos, Victor Hugo, João Paulo e Marlon; Allan, Pará, Luiz Filipe (Nêgo 42′/2ºT) e Vinícius (Angelo 32′/2ºT); Renan e Marco Túlio (Pardal 24′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.
Serra Macaense: Gláucio; Índio, Dogão, Júnior (Vinícius 41′/1ºT) e Lorran (Vitinho 33′/2ºT); Pedra, Dos Santos, Guilherme, Leanderson e Miguel; Calango (Romário 20′/2ºT). Técnico: Paulo Henrique Filho.
Cartões amarelos: Santiago, Marlon e Luiz Filipe (BON); Gláucio e Júnior (SMA)
Gols: Renan 20′/2ºT (1-0)
Público: 230 pagantes
Renda: R$ 3.500,00
Matéria: Futrio.net

terça-feira, 21 de maio de 2013

NOVA COLUNA DO "HERMAN RUBRO-ANIL"


BONSUCESSO DERROTA O BARRA MANSA E SEGUE LÍDER!!!!

FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!
           O Bonsucesso fez o seu dever de casa e garantiu mais um triunfo na Teixeira de Castro: 3 x 1 sobre o Barra Mansa, time que faz uma campanha bastante irregular na Taça Corcovado. Diante de um tempo bem nublado e uma temperatura bastante fria, o Bonsucesso entrou em campo na tarde deste sábado com um único pensamento: vencer!!!
            Chega a hora do jogo; os times saem dos vestiários. O Bonsucesso vai à campo com o uniforme reserva, camisa branca com as listras vermelha e azul nas verticais. O Barra Mansa entra com seu uniforme todo azul. Começa o jogo e o Barra Mansa parece não tomar conhecimento do Bonsucesso e parte pra cima do rubro-anil em plena Teixeira de Castro.
            Aos 8 minutos da etapa inicial, o Bonsucesso toma um susto quando Jéferson chuta de muito longe tentando enganar o goleiro Santiago e a bola passa com muito perigo, tirando tinta da trave. O Barra Mansa ainda tentava abrir o marcador na base do abafa e com isso o time rubro-anil encontrava dificuldades em sair jogando a pelota em direção à meta oponente. O Leão do Sul parecia rugir mais alto que o Leão da Leopoldina.
            Mas o Bonsucesso acorda, enfim, para o jogo. Em boa jogada pela esquerda, Renan se livra da marcação do time sul fluminense e cruza pra área visitante; a zaga rebate mal e a pelota sobra para Marco Túlio, que, mesmo marcado, tem tempo de dominar dentro da área, girar e bater rasteiro pra fazer um golaço e abrir o marcador na Teixeira de Castro: Bonsucesso 1 x 0 Barra Mansa!!!! No decorrer do restante do primeiro tempo, o Bonsucesso manteve o domínio das ações do jogo; ao final da etapa inicial, Camilo toca pra Marquinhos, que quase amplia em perigoso chute de fora da área.
            Na etapa final, o Bonsucesso mantém o ritmo e chega ao segundo gol logo no início; Após uma troca de passe envolvente, a bola passa por cinco jogadores do Rubro-anil até encontrar Marco Túlio pela frente. Pará deu um passe primoroso para Luiz Filipe, que invadiu a área e bateu cruzado. Diego espalmou com dificuldades e Marco Túlio aumenta aos 12: Bonsucesso 2 x 0 Barra Mansa!!!!. Com seu segundo gol na tarde, ele chega aos 8 gols no Estadual e começa a brigar pela artilharia.
            Aos 27, Wellington derruba Renan na grande área e é expulso: pênalti!!! Pardal, com autoridade, bate firme pra deslocar o goleiro e fazer Bonsucesso 3 x 0 Barra Mansa!!! A essa altura o time da região Sul Fluminense estava entregue e começou a apelar pra violência, mas o árbitro não a coibia; deixava o jogo seguir. Aos 45, o Barra Mansa faz o seu gol de honra; após contraataque, Tarcísio recebeu na grande área e mandou um petardo, no ângulo esquerdo de Santiago, dando números finais ao jogo: Bonsucesso 3 x 1 Barra Mansa, placar final. E fim de papo.
            Com o resultado, o rubro-anil chega aos 12 pontos no grupo se mantendo líder. O próximo compromisso do time bonsucessensse é contra o Barra da Tijuca, quarta-feira, na rua Bariri. Até mais, amigos. Saudações rubro-anis!!!!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

BONSUCESSO VOLTA A VENCER E DISPARA NA LIDERANÇA



Com apoio de sua torcida, Leão da Leopoldina mostra superioridade de derrota o Leão do Sul.


Com dois gols do artilheiro Marco Túlio e com um de Pardal, o Bonsucesso derrotou nesta tarde de sábado o Barra Mansa pela 5 ª rodada da Taça Corcovado e com os demais resultados se isolou na liderança do grupo A com 12 pontos ganhos. A equipe da Leopoldina segue invicta no estádio Leônidas da Silva e o seu próximo compromisso será na próxima quarta-feira, dia 22/05, às 15 horas contra o Barra da Tijuca no Estádio Mourão Vieira Filho, na Rua Bariri, em Olaria, com transmissão da Web Rádio Jovem Olaria. Lembrando aos torcedores que o jogo será de portões fechados.

O JOGO
A partida teve início com a equipe do Barra Mansa tomando a iniciativa logo aos oito minutos com um chute de meia distância do meia Jeferson não levando perigo a meta de Santiago. Mais logo em seguida o Bonsuça respondeu com uma bela jogada de Renan pela esquerda cruzando rasteiro e a zaga do Barra Mansa falha ao tirar da área.  Marco Túlio domina, gira e bate rasteiro no canto esquerdo do goleiro Diego abrindo o marcador.
Ainda no primeiro tempo o Bonsucesso ainda tentou ampliar o placar com investidas rápidas de Luiz Filipe, enquanto o adversário se defendia e tentava sem maiores pretensões encaixar contra ataques.
Na etapa complementar o rubro anil continuou dominando a partida aos três minutos Luiz Filipe arrancou pela esquerda e chutou cruzado, onde o goleiro Diego espalmou com dificuldades e a bola sobrou para Marco Túlio que não perdoou e empurrou para o fundo do barbante ampliando o marcador.
O Bonsucesso continuava em busca do terceiro gol e o lateral adversário Wellington facilitou, quando fez falta no lateral rubro anil Marlon e com isso, levou o cartão amarelo, e logo depois fez uma penalidade no meia Renan e acabou levando o segundo amarelo, sendo expulso de campo. Pardal, que havia entrado no lugar de Marco Túlio, fez a cobrança com categoria marcando o terceiro gol para o Leão da Leopoldina.
Já no finalzinho do jogo, numa jogada pela esquerda, Tarcísio foi feliz e acertou um  belo chute que nada pode fazer o Paredão Rubro Anil Santiago.

A partida

Bonsucesso 3 x 1 Barra Mansa – Taça Corcovado, 5ª rodada – 18/5/2013
Estádio Leônidas da Silva (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro: Pathrice Wallace Lima
Assistentes: Lilian da Silva Bruno e Andréa Izaura de Sá



Bonsucesso: Santiago; Marquinhos, João Paulo, Victor Hugo (Pardal 39′/2ºT) e Marlon; Allan, Pará, Camilo (Pardal 32′/2ºT) e Luiz Filipe; Renan e Marco Túlio (Pardal 13′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.

Barra Mansa: Diego; Wellington, C. Alberto, Bruno (Tarcísio 12′/2ºT) e Arthur; Bruno Vilela, Diogo (Kaíke 23′/2ºT), Rafael Laurenço (Bahia 39′/1ºT) e Jeferson; Thiago Amaral e Rafael Maia. Técnico: Luiz Fernando Irala.

Cartões amarelos: Marlon e Allan (BON); Wellington (BAR)

Cartão vermelho: Wellington 26′/2ºT

Gols: Marco Túlio, 12’1ºT (1-0); Marco Túlio, 3’2ºT (2-0); Pardal, 27’2ºT (3-0); Tarcísio, 45’2ºT (3-1)

Renda e público: R$ 3.500,00 / 200 pagantes (230 presentes)


quarta-feira, 15 de maio de 2013

BONSUCESSO PERDE SUA PRIMEIRA NA TAÇA CORCOVADO


   BONSUCESSO NÃO JOGA BEM E PERDE A PRIMEIRA NESTE SEGUNDO TURNO

O JOGO
O Bonsucesso tinha mais posse de bola, mas o Americano levou mais perigo nos primeiros minutos. Abuda teve chance aos 22, mas demorou a chutar e perdeu.
Outra chance veio com Eloy, após cruzamento, mas o jogador chegou atrasado. Em seguida, Danilo cobrou falta e o goleiro Santiago fez bela defesa, aos 30 minutos.
No entanto, nem só de Americano se fez o primeiro tempo. O Bonsuça tinha mais a posse de bola e sabia também levar perigo. Em cobrança de falta, Camilo bateu com categoria e o goleiro Macula fez uma ótima defesa, evitando o primeiro gol do jogo.
SEGUNDO TEMPO
Mesmo com o Bonsuça melhor no jogo, o Americano não se rendeu. Apostando em jogadas de velocidade, não demorou muito para que o Alvinegro chegasse ao primeiro gol. Aos 17, Franklin avançou pela direita e chutou, acertando o canto direirto de Santiago: 1 a 0.
O Bonsucesso tencionava sair com ao menos um empate e buscou jogadas rápidas no ataque. O técnico Ricardo Barreto promoveu mudanças na equipe, apostando no centroavante Pardal, mas a mudança acabou não surtindo efeito. Macula e a defesa campista estavam todos bem atentos.
No fim, o Americano acabou premiado pela oportunidade que teve, sabendo aproveitá-la. Dejavan fez boa jogada individual, passou pela defesa do Bonsucesso e tocou entre as pernas de Santiago. 2 a 0 Americano, para festa da torcida alvinegra no Godofredo Cruz. Demorou, mas a vitória veio.
A partida
Americano x Bonsucesso – Taça Corcovado, 4ª rodada – 11/5/2013 às 15h
Estádio Godofredo Cruz (Campos dos Goytacazes – RJ)
Árbitro: Lenílton Rodrigues Gomes Júnior
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque e Luiz Felippe Scofield Costa
AMERICANO: Macula; Danilo, Laerte e Alemão; Eloy, Ruan Souza, Abuda, Franklin (Damião 34′/2ºT) e Fernando; Juninho (Dejavan 21′/2ºT) e Isac (Roberto, 19′/2ºT). Técnico: André Pimpolho.
BONSUCESSO: Santiago; Marquinhos, Victor Hugo, João Paulo e Marlon; Allan, Flávio Pará, Luiz Filipe (Vinícius 35′/2ºT) e Camilo (Josafá 39′/2ºT); Renan e Marco Túlio (Pardal 29′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.
Cartões amarelos: Franklin, Abuda, Fernando, Dejavan (AMC); Renan, Camilo (BON)
Gols: Franklin, 17′/2ºT (1-0); Dejavan, 46′/2ºT (2-0)
Público e renda: R$ 3.300,00 / 170 pagantes (185 presentes)

FONTE : FUTRIO
FOTO : WEB RADIO JOVEM OLARIA

domingo, 5 de maio de 2013

BONSUCESSO VENCE E DISPARA NA LIDERANÇA DO GRUPO A


Na tarde deste sábado (4), em partida disputada no estádio Nielsen Louzada, válida pela segunda rodada da Taça Corcovado, o segundo turno do Campeonato Estadual da Série B, o Bonsucesso venceu o Mesquita por 1 a 0. 
Melhor durante o transcorrer da peleja, o Leão da Leopoldina fez por merecer o placar graças a uma magistral cobrança de falta efetuada pelo meia Camilo, também responsável pelo gol do título do primeiro turno diante da Cabofriense.

O jogo foi de baixo nível técnico. Os atletas sofreram com o forte calor que assolou a Baixada Fluminense e que deixou o gramado do Louzadão muito seco. Com a vitória, o Bonsuça dispara na liderança após dois triunfos.

Aos 16 minutos, Georgi, do Mesquita, fez falta em Marco Túlio à esquerda, próximo à grande área. Camilo cobrou em curva no ângulo direito do goleiro Hugo, assinalando o único gol do confronto. 1 a 0 para o Bonsucesso. 

Somente aos 38 o arqueiro Hugo, do Tubarão da Baixada, defendeu em dois tempos um perigoso arremate de Marlon. A seguir, Tiago Barreiros arriscou de média distância, mas o bom arqueiro Leandro Santiago segurou. O Mesquita cresceu um pouco no final da primeira etapa. Schamel, após cobrança de córner, desviou de cabeça, contudo, Leandro Santiago se esticou e rebateu para escanteio. 

Na segunda etapa o jogo continuou sonolento. O Mesquita ainda arriscou no princípio, através de uma cobrança de falta de Heitor que desviou na cabeça do zagueiro Pedra e resvalou no travessão. 

Aos 10 minutos, Marco Túlio, em rápida infiltração pelo meio, quase marcou, mas Hugo desviou para córner. 

Finalmente aos 41 minutos o meia Passarinho, do Mesquita, bateu falta mas no meio do gol. Leandro Santiago segurou a bola e o placar a favor do seu time.

FICHA TÉCNICA
MESQUITA 0 x 1 BONSUCESSO
Competição: Campeonato Estadual da Série B
Local: Estádio Nielsen Louzada, em Mesquita.
Data/Horário: 4/05/2013 - 15h00.
Árbitro: Alexandre Vargas de Tavares de Jesus.
Auxiliares: Marcelo de Oliveira da Costa e Wander Luiz da Conceição.
Cartão amarelo: Georgi, Allan Silva e Tiago Barreiros (Mesquita). Marco Túlio (Bonsucesso).
Gol: Camilo (17min/1ºT) para o Bonsucesso.
>> Mesquita: Hugo; Heitor (Batata), Abílio, Pedra e Léo; Georgi (Andrezinho), Passarinho, Allan Silva e Tiago Barreiros; Schamel e Bruno Rato (Cebolinha). Técnico: Gustavo Leal.
>> Bonsucesso: Leandro Santiago; Marquinhos, Victor Hugo, João Paulo e Allan; Marlon, Pará, Rennan e Camilo; Marco Túlio (Valdiran, depois Juninho) e Luiz Felipe (Vinícius). Técnico: Ricardo Barreto.

Fonte: André Luiz Pereira Nunes