quarta-feira, 2 de outubro de 2013

TUDO OU NADA PARA O BONSUCESSO


O duelo desta tarde (02/10) entre Bonsucesso e Volta Redonda obviamente vale muito mais para os donos da casa, correto? Em parte sim, pois o Leão precisa da vitória no Leônidas da Silva para seguir com chances de se classificar na Copa Rio. Mas engana-se quem pensa que o líder do grupo B, invicto, com cinco vitórias em cinco jogos e que ainda não teve sua defesa vazada encara o jogo como um mero amistoso. Este time do Voltaço, caso vença o Cesso, pode e quer entrar para a história do clube com a maior sequência de vitórias de uma equipe do Volta Redonda. Assim, existem motivos suficientes para se esperar uma “batalha campal” na Teixeira de Castro.

Depois de conquistar seu primeiro triunfo na competição, diante do Quissamã, o Bonsucesso espera voltar a fazer o Leônidas da Silva funcionar como diferencial na briga pela segunda vitória na Copa Rio. E com quatro pontos no grupo B, a seis do vice-líder Duque de Caxias, o Rubro-anil precisa mais do que nunca da vitória em seus domínios para seguir com chances de se classificar. A equipe da Leopoldina sofreu apenas uma derrota em seu estádio em 2013, o 2 a 1 justamente para o Duque na 3ª rodada do torneio, e um revés contra o Voltaço sequer é considerado.

E justamente para tentar manter as pretensões de classificação, o Leão vai promover a estreia de um jovem jogador: o meia Renan Leite. O atleta treinou ao longo da semana entre os titulares e está confirmado para iniciar a partida ao lado de Camilo. Ansioso por estrear pelo Cesso, Renan sabe da difícil missão do Leão nesta quarta, mas espera que sua equipe possa voltar a fazer ser o diferencial positivo, jogar na Teixeira de Castro para sair com os três pontos.

- Será uma partida muito difícil diante do Voltaço, mas temos que fazer o fator casa pesar a nosso favor, como foi no estadual. Não tem nada perdido e uma vitória mantém o nosso sonho de se classificar bem vivo – relata o “estreante”.

Desfalques certos, uma dúvida e retorno

 
No entanto, para essa partida o Bonsucesso não vai contar com jogadores que foram importantes no acesso para a Série A de 2014. O atacante e artilheiro do Cesso em 2013, Marco Túlio, não se recuperou a tempo de encarar o Voltaço. Já o atacante Renan e o lateral-direito Marquinhos, que chegaram a dar sinais de que poderiam encarar o Volta Redonda, voltaram a sentir dores e foram mais uma vez vetados pelo Departamento Médico do Clube.

Outro que não treinou nesta terça (01/10) foi o lateral esquerdo Marlon, que segue como dúvida para o confronto. Também é possível a escalação do goleiro Santiago. Titular ao longo de toda a campanha do Rubro-anil na Série B, o arqueiro treinou entre os titulares e pode iniciar a partida contra o líder do grupo B. Assim, o técnico Ricardo Barreto mantém a base do Cesso que derrotou o Quissamã, aposta em Sciani e Serginho para as laterais e conta com a dupla de ataque formada por Juninho e Pardal para o embate na Teixeira de Castro.

Voltaço encara Bonsucesso querendo destruir recordes


A fase do Volta Redonda anda tão boa que as noticias ruins não conseguem sair da Dutra e chega a Cidade do Aço. Líder isolado do grupo B com cinco vitórias em cinco jogos, nenhum gol tomado e o artilheiro da competição no ataque. E se está bom assim, pode melhorar ainda mais. Tudo porque esse elenco está a um jogo de entrar de vez para a história do clube. Caso saia de campo vencedor contra o Bonsucesso, o time de Cairo Lima irá conquistar a maior sequência de vitória da história do clube.

No entanto, tem um jogador em especial que precisa de apenas 55 minutos para confirmar a fama de ídolo e entrar para os livros dos recordes do Tricolor do Aço. Gatti está há 450 minutos e caso consiga atingir a meta, ultrapassará o ex-goleiro Roberto Dênis que em 1987 conseguiu ficar invicto durante 504 minutos.

E quando a fase é boa, todo mundo não consegue esconder o sorriso, e Cairo Lima fica honrado por ter chego a esse patamar no Voltaço e quer conquistar a vitória para bater esse recorde, porém, o treinador reconhece que terá pela frente um grande adversário e uma partida difícil:

- Ficaria honrado em fazer parte da história do clube, mas trabalhamos essa semana visando conquistar a classificação para a segunda fase. Nosso pensamento é sempre vencer o próximo jogo, independentemente de quem seja o adversário, e desta vez não será diferente. Vamos buscar a vitória para garantir essa vaga antecipadamente – pontuouo técnico que, apesar da classificação estar praticamente garantida, fará o Voltaço entrar em campo com força máxima diante do Cesso.

Bonsucesso x Volta Redonda
Copa Rio, 7ª rodada do Grupo B


Estádio: Leônidas da Silva (Rio de Janeiro-RJ)
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho
Assistentes: Alessandra Agra Amorim e Patrícia Silveira Retondário da Silva

Bonsucesso:
Santiago (Thiago Baião); Sciani, Luiz Otávio, Victor Hugo e Serginho (Marlon); Allan, Pará, Renan Leite e Camilo; Juninho e Pardal. Técnico: Ricardo Barreto.

Volta Redonda: Gatti; Rodrigo Paulista, Arthur, Marcelo e Arimax; Éder, Bruno Barra, Glauber e João Paulo; Sassá e Tiago Amaral. Técnico: Cairo Lima.


Fonte: Futrio.net

Nenhum comentário: