segunda-feira, 21 de outubro de 2013

PARDAL AFIRMA: "ATACANTE QUE NÃO FAZ GOL MORRE DE FOME"


Um jogo que “aparentemente” não valia nada para Quissamã e Bonsucesso, já que as duas equipes se encararam eliminadas da Copa Rio, mostrou ter muita importância para alguns atletas do Rubro-anil. Como é o caso de Pardal, autor do solitário gol da vitória do Cesso no confronto, que revelou ter atuado neste sábado (19) totalmente motivado.

- Ganhar é sempre bom! Mesmo sabendo que não tínhamos chance de classificação a partida tinha uma certa importância individual para cada um de nós e para o clube também. Fomos avaliados, de alguma forma, e a última impressão é a que fica, sempre. A gente queria deixar uma boa imagem e conquistamos uma vitória muito importante para encerrar a temporada de uma forma positiva – disse o atacante, autor do último gol do Cesso no ano de seu centenário.

Com o gol, Pardal ajudou o Cesso a encerrar o jejum de três jogos sem vitórias, o maior do ano, e se consolidou o vice-artilheiro do Bonsucesso na temporada, com cinco gols marcados. Para o centroavante, essa marca deixou seu nome vivo para uma possível sequência no clube da Leopoldina, mas sua permanência no Leão só será avaliada após seu período de férias.

- Como titular joguei pouco, mas acredito que os gols que fiz ajudaram o clube, que abriu as portas para mim após eu ter passado um longo período fora do Brasil. Também tem aquela velha historia de que atacante vive de gols e atacante que não faz gol morre de fome (risos). Como fiz alguns, está tudo bem, agora é descansar um pouco e esperar para saber se continuarei no Rubro-anil – relatou Pardal, que finaliza seu discurso dedicando seu último gol à sua prima e afilhada, Rúbia Natane, aniversariante do domingo (20). 

Fonte: Futrio.net

Nenhum comentário: