sexta-feira, 27 de setembro de 2013

QUATRO GRANDES APROVAM TURNO ÚNICO NO CAMPEONATO CARIOCA DE 2014


Em reunião na sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) nesta sexta-feira, os representantes dos quatro grandes clubes de futebol do Rio de Janeiro aprovaram a ideia proposta pela entidade, em mudar a fórmula do Campeonato Carioca de 2014 e realizá-lo em turno único. A proposta, no entanto, ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Nacional do Esporte (CNE) e passar pelo arbitral na própria Ferj, na presença dos demais 12 clubes participantes, no dia 7 de outubro.

Pela proposta, a entidade sugere um Carioca com 15 rodadas, todos contra todos. Os quatro melhores se classificariam para as semifinais, utilizando 19 datas, contra 21 de 2013. No antigo formato, havia a divisão em dois grupos e a disputa da Taça Guanabara e Taça Rio. No fim, os vencedores de cada turno se enfrentavam em duas partidas. Também esteve presente ao encontro o vice-presidente da Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol (FENAPAF) e presidente do Sindicato de Atletas de Futebol do Rio de Janeiro (Saferj), Alfredo Sampaio.

- O importante é criar dentro da competição uma condição que tenha atrativo de levar o torcedor a participar diretamente do processo. A razão foi essa, e também com relação ao período de férias dos jogadores. É um ano atípico, entendo que isso foi importante já projetando para os próximos anos a discussão sobre o número de participantes, essa coisa de ter a disputa direta dos quatro primeiros colocados para chegarem à decisão. Acho que foi bom. Tem que discutir, expor, ouvir e achar o encaminhamento melhor para os clubes - opinou o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, que esteve presente na reunião.

 Rodrigo Caetano, diretor executivo do Fluminense, também se mostrou a favor da mudança no regulamento do estadual para a próxima temporada.

- Foi uma decisão muito boa por vários motivos. Primeiro que retarda o início da competição em uma semana e nos dá mais tempo de preparação. Privilegia também a parte técnica. Foi uma medida acertada. Esperamos agora que ela passe pelo arbitral.

A necessidade da aprovação do CNE se dá pelo fato de o Estatuto do Torcedor não permitir que se altere a fórmula de disputa de uma competição sem que a mesma seja aplicada por dois anos seguidos. A Ferj, contudo, pede a mudança para que possa iniciar o Estadual do Rio apenas no dia 19 de janeiro, contrariando o calendário divulgado pela CBF. Nele, os torneios regionais teriam de começar no dia 12.

Consultado pelo GLOBOESPORTE.COM, a assessoria de imprensa do CNE informou que o órgão ainda não foi notificado oficialmente e por isso não pode se posicionar sobre o caso. Caso a mudança seja liberada, a fórmula terá de ser também aprovada pelo arbitral na sede da federação. A tendência é que os clubes pequenos não se oponham, mas, caso discordem e votem juntos, desbancariam o desejo da própria Ferj e dos quatro grandes. Juntos, os 12 times de menor expressão possuem 78 votos, contra 58 de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.

Para 2015, o presidente da Ferj, Rubens Lopes, promete mudanças mais radicais e que, se forem colocadas em prática, devem agradar ainda mais aos quatro clubes grandes do Rio de Janeiro. A ideia é que o Carioca seja iniciado no primeiro fim de semana de fevereiro e que haja partidas apenas aos fins de semana.

Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário: