sexta-feira, 13 de setembro de 2013

COLUNA DO GEORGE JOAQUIM: O CENTENÁRIO É A SÉRIE A



Povo Rubro-Anil!


Desta vez não precisamos esperar por 18 anos para mais um acesso à primeira divisão do futebol profissional. O intervalo foi de apenas um ano para a torcida do maior suburbano do Rio de Janeiro gritar que o seu time é de série A. Devemos comemorar ao máximo. O Bonsucesso está retornando à casa que ajudou a fundar. 

O Bonsucesso está retornando à elite que ajudou a construir. Por isso, torcedor Rubro-Anil, use e abuse das cores vermelho e azul ou grená e anil. Utilize essas cores no seu dia a dia e demonstre ao mundo o seu orgulho de torcer pelo Bonsucesso. Se houver a oportunidade, use exaustivamente a camisa do Cesso.

Depois da festa, o planejamento. O campeonato da série A começa agora. Será fundamental permanecer nesta divisão para que o nosso clube volte a ter os brilhos merecedores das luzes do futebol de qualidade e respeito. Peço perdão aos que ficaram na série B, mas a “segundona” carioca é um castigo para um clube tradicional, e que ajudou a escrever a história do futebol carioca.

O novo desafio de Zeca Simões, o presidente de três acessos (1993, 2011 e 2013), é manter o Cesso na série A. Mas será necessária uma boa parceria ou parcerias. Renan Moura, em matéria exclusiva para o Fanáticos, trouxe uma boa notícia para os torcedores. O anúncio de um possível investimento em nossas dependências. Ótimo! Acho que o primeiro desafio na série A é jogar em casa. Se este investimento cuidar com carinho do Estádio Leônidas da Silva, meio caminho foi percorrido.

Salve o Cesso! Salve o centenário de Leônidas! Salve os torcedores e simpatizantes! E claro, Salve Nossa Senhora de Bonsucesso e seus Anjos.

Resgatando a História

Em 1968 o Bonsucesso calou milhões. E não foi só a nação americana que sofreu na data de 11 de setembro. A nação rubro-negra também sofreu com esta data. No dia 11 de setembro de 1968, com dois mísseis certeiros, o Bonsucesso derrubou as torres do favoritismo da equipe da Gávea. 

A Taça Guanabara de 68 entrou para a história do futebol carioca e também para a história Rubro-Anil.  Mas os sustos nos grandes começaram bem antes. No Campeonato Carioca o Fluminense não venceu o Cesso e no segundo turno o placar foi igual para Fla e Bonsuça (1 a 1). 

11/09/1968 - Taça Guanabara - Última rodada

Bonsucesso 2
x 0 Flamengo.


Local: Maracanã.
Público Pagante: 47.821.
Árbitro: Armando Marques.

Bonsucesso: Ubirajara, Luís Carlos, Jurandir, Paulo Lumumba e Albérico; Fifi (Moisés), Didinho e Gibira; Gilbert (Jair Pereira), Gonçalves e Morais.


Flamengo: Claudinei; Murilo, Onça, Guilherme e Paulo Henrique; Carlinho e Liminha; Luis Cláudio (Zezinho), Fio, Silva e Rodrigues Neto.

Gols: Gonçalves / Morais.

Abração a todos.

4 comentários:

André Veras disse...

Parabéns amigo George pela brilhante coluna.

Robinho disse...

"COLUNAÇA"

Herman disse...

Fala George, mais uma vez o nosso rubro-anil está na elite do estado. E que agora seja pra ficar. E todos devemos mesmo usar sem parar a camisa do cesso, principalmente a do centenário, pra quem a tiver; eu vou usar as minhas sempre. Grande abraço. Saudações rubro-anis. d

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Valeu amigos! Abração.