terça-feira, 10 de setembro de 2013

TÉCNICO RICARDO BARRETO ELOGIA A EQUIPE APÓS O ACESSO

A tarefa não seria das mais fáceis. O técnico Ricardo Barreto chegou ao Bonsucesso no dia 3 de janeiro tendo como principal missão levar o clube novamente à elite do futebol carioca no ano do centenário (o clube completa 100 anos no dia 12 de outubro). Desde a chegada ao Rubro-Anil, muitas dificuldades foram encontradas, mas o esforço valeu a pena com a classificação após o empate com o América em 0 a 0 no último domingo, no estádio Leônidas da Silva, na última rodada do triangular final da Série B.

Durante toda a competição, o treinador em 26 jogos somou 13 vitórias, 6 empates e 7 derrotas. Um desempenho muito favorável ao time que ficou com o vice-campeonato estadual. Barreto fez questão de elogiar a dedicação dos jogadores durante todo esse período nestes últimos meses.

“Os garotos todos é que estão de parabéns, merecem, todos eles. A instituição está de parabéns. Acredito que tenhamos sido injustiçados depois do resultado de Cabo Frio, mas Deus espera o momento certo para fazer as coisas”, afirmou.

Ricardo Barreto também comentou sobre a paralisação no Cariocão que acabou prejudicando não só ao Bonsucesso como também aos demais clubes na briga pelo acesso.

“Todo mundo foi prejudicado. Foram dois meses, as equipes perderam totalmente o foco. O futebol é assim. Você precisa conviver com situações como essas. O importante é que mantivemos a concentração e não perdemos tantas peças o que foi importante para manter o entrosamento”, finalizou.

O Bonsucesso volta a campo nesta quarta-feira, às 15 horas, novamente na Rua Teixeira de Castro, desta vez diante do Duque de Caxias, na estreia da equipe na Copa Rio que dá direito ao campeão e ao vice uma vaga ou na Copa do Brasil 2014 ou na Série D do Campeonato Brasileiro do ano que vem.

Campanha do técnico Ricardo Barreto à frente do Bonsucesso na Série B do Campeonato Carioca.

Taça Santos Dumont: 17 pontos ganhos. 11 jogos – 6 vitórias, 3 empates e 2 derrotas com 14 gols marcados e 9 sofridos

Taça Corcovado: 18 pontos ganhos. 11 jogos – 6 vitórias, 1 empates e 4 derrotas com 14 gols marcados e 9 sofridos

Triangular Final:
6 pontos ganhos. 4 jogos -1 vitória, 2 empates e 1 derrota. 4 gols marcados e 4 sofridos


* Conta-se na Taça Santos Dumont e Corcovado os jogos decisivos das semifinais e final.



Foto: Futrio.net

2 comentários:

Anônimo disse...

faltou entra na contagem dos jogos a semi final e final da taca santos dummont e a semi final da taca corcovado.

Renan de Moura disse...

Corrigido!