terça-feira, 27 de agosto de 2013

BONSUCESSO É GARFADO E FICA NO EMPATE CONTRA A CABOFRIENSE


Na primeira rodada do triangular final da Série B, um jogo quente e repleto de emoções para Bonsucesso x Cabofriense na tarde desta quarta-feira (21) no Estádio Leônidas da Silva, no Rio de Janeiro. No fim, igualdade em 2 a 2 que levou as equipes a dois pontos na classificação geral (ambas começaram com um por terem sido campeões dos turnos). Marco Túlio e Pardal fizeram para o Bonsuça; Capixaba e Eberson empataram.
Primeiro tempo começa eletrizante
O começo de triangular foi eletrizante. Logo aos quatro minutos, a Cabofriense já teve chance incrível de abrir o placar. Eberson recebeu de Abedi e chutou de primeira, mas Santiago caiu e defendeu. Em seguida, o Cesso pulou na frente. Renan fez linda jogada pela esquerda, acreditou em um lance quase perdido e cruzou para Marco Túlio, aos seis, completar e fazer o primeiro do Rubro-Anil no Leônidas.
Mas, a alegria da torcida da casa não durou muito tempo. Aos 10, a zaga do Bonsucesso dormiu e a bola ficou com Eberson, que achou Arthur na esquerda. O meia cruzou para a área e Capixaba, como um bom centroavante, deu um leve toque e tirou de Santiago para empatar a partida.
Depois da parada técnica, a qualidade da partida caiu um pouco e as equipes esfriaram. As duas melhores chances foram do Bonsucesso, mas na bola aérea. Aos 21, cobrança de escanteio e Victor Hugo deu um leve toque, não o suficiente para assustar. Porém, aos 43 minutos, Camilo cobrou escanteio da esquerda e o baixinho Renan subiu mais que a zaga e acertou a trave de o goleiro Jefferson.
Segundo tempo: Cabofriense é melhor e Bonsuça é decisivo
Na etapa complementar, o Bonsucesso dominou a posse de bola, mas foi a Cabofriense que teve as melhores chances. Aos 10, Arthur perdeu lance incrível após lindo passe de Abedi na direita, chutando para fora. O mesmo Arthur, de cabeça, desperdiçou cruzamento de Capixaba aos 31. Quatro minutos depois, após cobrança de escanteio de Abedi, Pessanha também subiu mais que a zaga e mandou pra fora.
Quando tudo parecia se encaminhar para um empate, Leandro Motta, que acabara de entrar, fez linda jogada pela direita e tocou para Renan, que cruzou na cabeça de Pardal. O atacante não perdoou e desempatou a partida. Porém, novamente a alegria do Bonsuça durou pouco. 
Aos 43 minutos, Bruno Andrade foi puxado por Allan dentro da área. Pênalti que Eberson converteu e deixou tudo igual. VEJA O PENALTI E TIRE SUAS CONCLUSÕES :  
A partida
Bonsucesso 2 x 2 Cabofriense – Carioca Série B, 1ª rodada do triangular final – 21/08/2013

Estadio: Leonidas da Silva
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Gilberto Stina Pereira
Bonsucesso: Santiago; Marquinhos, João Paulo (Lucão 35′/2ºT), Victor Hugo e Marlon; Allan, Pará, Luiz Filipe e Camilo (Pardal 26′/2ºT); Renan e Marco Túlio (Leandro Motta 36′/2ºT). Técnico: Ricardo Barreto.
Cabofriense: Jefferson; Medina, Pessanha, Vinícius e Leandro; Silvano, Abedi (Rodrigo 39′/2ºT), André Oliveira (Bruno Andrade 39′/2ºT), Eberson e Arthur; Capixaba (Fabiano 32′/2ºT). Técnico: Toninho Andrade.
Cartões amarelos: Allan, Renan, Pará, Camilo e Pardal (BON); Arthur (CAB)
Gols: Marco Túlio 6′/1ºT (1-0); Capixaba 10′/1ºT (1-1); Pardal 38′/2ºT (2-1); Eberson 44′/2ºT (2-2)

Materia: Vitor Costa (FutRio)
Foto: Carlos Junior

Nenhum comentário: