segunda-feira, 27 de maio de 2013

NOVA COLUNA DO "HERMAN RUBRO ANIL"



FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!!! 
            E o Bonsucesso volta a vencer, depois de perder para o Barra da Tijuca no meio de semana. O time rubro-anil entra em campo pela 7ª rodada do returno da série B pensando nos 3 pontos para tentar recuperar a liderança do seu grupo e ficar mais folgado na tabela. O adversário é o Serra Macaense, equipe que faz uma péssima campanha no returno da competição; um adversário que parece perfeito para que o Bonsucesso conquiste mais uma vitória na temporada.
            O jogo começa e o rubro-anil busca ter o domínio das ações desde o princípio. O Leão tocava a bola de um lado para o outro e o limitado time visitante apenas assistia. O domínio rubro-anil consistia em ter a posse de bola e partir na base do abafa pra cima do time macaense, que, de vez em quando, ensaiava uns contra ataques pra lá de perigosos. Só que faltava para o time vermelho e azul os arremates; ninguém chutava a gol, consequentemente a bola não chegava à Renan e Marco Túlio, atacantes do rubro-anil, e isso ia deixando a torcida intrigada e irritada.
            Até que, num dos primeiros chutes a gol, o Bonsucesso abre o placar; numa cobrança de falta pela esquerda, a bola sobra para Renan se meter no meio dos zagueiros alviverdes, tocar para o gol e fazer Bonsucesso 1 x 0 Serra Macaense!!!! O gol saiu justamente no momento em que a insatisfação da torcida sucedia de forma mais evidente nas arquibancadas e nas sociais.
            Aí então o Serra Macaense resolveu acordar; em contra ataque perigoso, Leandro recebe a bola e tem a chance de finalizar, porém, para nossa alegria, ele rola a bola pra ninguém e o Cesso continua na frente no marcador. Minutos depois, bate-rebate na área rubro-anil, a bola nitidamente bate na trave, mas toda a equipe visitante pede o gol, alegando que a bola entrou. A arbitragem manda seguir o jogo. Na seqüência, Alan e Pará tiveram boas oportunidades de ampliar o marcador, mas não aproveitaram.
            Na etapa final, o Bonsucesso passou a calibrar melhor a pontaria; logo aos 4 minutos, Renan parte com a bola dominada e toca errado, proporcionando outro contra ataque do Serra Macaense. Na seqüência, Marco Túlio acabou desperdiçando uma seqüência de oportunidades; numa delas ele acaba vendo a bola passar por ele pois não contava com o erro da zaga oponente; depois ele recebe livre dentro da área mas acabou tirando do goleiro mais do que o normal, perdendo outra chance e por último ele tenta aproveitar cruzamento de Vinícius, só que o cabeceio sai em cima dos zagueiros macaenses.
            Depois da parada técnica, inexplicavelmente o Bonsucesso diminuiu o ritmo, o que permitiu um avanço imenso do Serra Macaense no restante da partida. O time se fazia cada vez mais presente na área bonsucessensse. Aos 25, Luiz Felipe tem excelente oportunidade de empatar a partida e só não o fez devido ao excesso de preciosismo na hora de finalizar. E tome-lhe Serra no ataque. Era um ataque atrás do outro, deixando o time inteiro do Bonsucesso perdidinho em vários momentos da partida. O aumento clamoroso do número de erros de passes do rubro-anil também contribuía muito para que os visitantes fossem com tudo na base do abafa pra tentar o empate. O Bonsucesso tentava tirar do jeito que dava, com chutão pro alto, bola pro mato que o jogo é de campeonato, chute em cima dos jogadores macaenses. Emoção pura!!! E a torcida sofrendo nas arquibancadas, roendo as unhas, xingando o juiz, os bandeirinhas, se irritando com o time, rezando e por aí vai.
            Em uma cobrança de córner do Serra, a bola passa com muito perigo por cima do goleiro Santiago, que vai na bola mas não alcança; pra sorte do Bonsucesso, ninguém dos visitantes chega pra arrematar o lance. Aí vem outro lance polêmico na partida; o atacante Romário, do Serra Macaense, chega a marcar o gol que seria o de empate, mas o bandeira apontou que o atacante estava na banheira.
            E no último lance do jogo, justamente o lance que definiu a partida, o Serra Macaense quase chegou ao empate, aos 49 (eu falei quase...); em cobrança de falta, a bola sobrou limpa para o zagueiro Dogão, que viu o gol escancarado à sua frente. Era o momento do empate. Era a hora do gol. O gol estava na frente dele, mastigado, cuspido e escarrado. Ele se prepara para o arremate fatal. A torcida rubro-anil está quase morrendo do coração. Alguns estão quase infartando. É um verdadeiro teste pra cardíaco. E aí, quando ele vai finalizar, o goleiro Santiago se lança na frente da bola e impede um gol que era certo. UMA DEFESA ESPETACULAR!!!! FOI O LANCE QUE SALVOU O BONSUCESSO NA TARDE DE SÁBADO. E  a vitória estava decretada (UFA!!!!) Bonsucesso 1 x 0 Serra Macaense!!! Placar final na Teixeira de Castro.
            Com o sofridíssimo resultado, o Bonsucesso recupera a liderança do grupo A, com 15 pontos, seguido de perto por Barra da Tijuca e Ceres, ambos com 14. O próximo compromisso do rubro-anil é no sábado que vem, contra o Ceres, em Bangu, às 15 horas. O Cesso precisa de mais uma vitória pra poder encaminhar a classificação às semifinais da Taça Corcovado. Até lá, galera!!! Saudações rubro-anis!!!!

Um comentário:

RONALDO disse...

O JOGO PARA QUEM NÃO TEM PROBLEMAS CÁRDIACOS , ESTE FOI SOFRIVEL .