quinta-feira, 20 de setembro de 2012

COLUNA ''OPINIÃO E HISTÓRIA'' COM GEORGE JOAQUIM


Jabá com Jerimum bem Temperado.

O treinador Orlando Caulin foi adotar uma nova dieta (esquema 3-5-2) contra o Angra dos Reis e acabou com uma indigesta derrota. Contra o Olaria, Caulin não inventou e acrescentou um “molho Madeira” para deixar a virada mais gostosa. No 2º confronto da 1ª fase o Bonsucesso conquistou a 2ª vitória contra o tradicional vizinho e deixou a torcida feliz. Em três jogos nas duas competições mais importantes da Federação de Futebol, o Bonsucesso não viu a cor da derrota.

Mas, o Clássico da Leopoldina é coisa do passado e o Cesso precisa se concentrar para vencer outro clássico na próxima segunda-feira na Teixeira de Castro. No Clássico Suburbano o nosso Rubro-Anil pode escrever na tabela a primeira derrota do Madura na 1ª fase e cortar o selinho de invicto do primo rico do subúrbio. Dedicação nos treinos, talento e fator campo são fatores que podem proporcionar a torcida do Bonsucesso um início de semana muito feliz. E Caulin, nada de inventar! Vai no arroz e feijão com Jabá e Jerimum sem esquecer o “molho Madeira”.
Festa Para Fanáticos.

André Queiroz está feliz da vida e sorrindo de orelha a orelha. O “Fanáticos Pelo Cesso” completou cinco anos e uma marca com mais de 300 mil visitas. Em cinco anos, o “Fanáticos” transformou-se no grande veículo de comunicação, integrando torcida e clube e permitindo que o amor ao Bonsucesso seja perpetuado nas páginas da internet. O Blog que virou torcida uniformizada e coloriu ainda mais de vermelho e azul as dependências do Estádio Leônidas da Silva está moderno, bonito e eficiente. Parabéns Queiroz e aos irmãos de Coração Rubro-Anil, Veras, Dêrauê e Herman, que dedicam alguns minutos de suas vidas para engrandecer as páginas consagradas pela torcida.

Resgatando a História.

O Madureira ficou sem vencer o Bonsucesso por 16 anos consecutivos pelo Campeonato Carioca da 1ª divisão. Há outras características do Clássico Suburbano. Uma delas é referente à data de 22 de setembro. Nesta mesma data o Bonsucesso venceu o Madureira nos anos de 63, 66 e 74. Confira as três fichas técnicas:
 
►Madureira 1 x 2 Bonsucesso
 
Data: 22/09/63.
Competição: Campeonato Carioca.
Local: Conselheiro Galvão

Renda: Cr$ 29.500,00
Árbitro: Gualter Gama de Castro.
Gols: Peixe Galo 2’, Roberto 27’, Roberto 48’

Madureira: Vermelho, Queiroz, Alfredo, Almir e Nai; Farah e Homero; Bezerra, Peixe Galo, Batata e Alfredinho.

Bonsucesso: Cláudio, Marcelo, Severiano, Décio e Jofre; Lelé e Paulinho; Sérgio, Roberto, Mauricio e Helinho. 
 
►Bonsucesso 4 x 1 Madureira
 
Data: 22/09/66.
Competição: Campeonato Carioca.
Local: São Januário.

Renda: Cr$ 39.000.
Árbitro: Amílcar Ferreira.
Gols: Jurandir 3', Gilbert 15', Anísio ou Alberico (contra) 35', Santos (primeiro tempo) e Ivo 58'.

Bonsucesso: João Batista, Luís Carlos, Moisés, Jurandir e Albérico; Paulo César e Ivo; Gilbert, Adauri, Santos e Djair. Técnico: Alfinete

Madureira: Silas, Jorge Luís, Nagel, Alfredo e Conceição; Merrinho e Laerte; Anísio, Zeca, Vinícius e Oliveira. Técnico: Evaristo
 
►Bonsucesso 2 X 1 Madureira
 
Data: 22/09/74.
Competição: Campeonato Carioca.

Local: Gávea.
Árbitro: Nivaldo dos Santos
Renda: Cr$ 952,00
Gols: Naldo 40’ do 1.º; Russo 7’ (pênalti), Naldo 9’ do 2.º

Bonsucesso: Pedrinho, Natal, Nilo, Nildon, Carlos Alberto, Wilson (Zé Carlos), Silva, Valinhos, Naldo, Jorginho (Zé Amaro) e Paulo Reina

Madureira: Dorival; Orlando (Jorge Luis), Valti­nho, Hamilton, Celso Alonso, Rus­so, Carioca, Zé Dias, Luís Carlos, Paulo Sérgio (Carlinhos) e Paulo César.

Fonte Fichas Técnicas: Blog do Marcão.
Abração a todos.



4 comentários:

Dêrauê disse...

Grande mestre! Arroz, feijão, jabá e jerimum: grande mistura! Com molho madeira no capricho, então... Receita boa para ser apreciada em segunda-feira, ainda mais se for dia 22 de setembro contra o Madureira, como bem mostrou nosso fanático prof. George!
Abraços e viva os cinco anos do Fanáticos!

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Valeu Dêrauê! Abração.

ricardo disse...

Caro George,
Depois do que vi no último jogo na rua
Bariri, parece que o treinador vai encontrando aos poucos o melhor dentro do possível.Os jogadores correram atrás do resultado mesmo sob um forte calor, sinais de evolução no trabalho.
Um abraço,
Ricardo Rilo.

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Obrigado pela visita Ricardo. Abração.