sexta-feira, 1 de junho de 2012

COLUNA ''OPINIÃO E HISTÓRIA'' COM GEORGE JOAQUIM


  Registros De Um Torcedor.

A história de um grande clube não passa só pelas suas conquistas, pelos seus craques ou pelos seus dirigentes. O torcedor também é capaz de produzir a história de seu clube, ou melhor, deixar registrado fatos vividos e que seus olhos foram testemunhas. Um exemplo disso é o meu querido amigo de arquibancada, Sr. Marzulo Paladini.

Torcedor fiel do Bonsucesso compareceu nos grandes momentos do clube, mas também vivenciou épocas difíceis. Por um determinado tempo de sua vida, registrou em papel ofício, auxiliado por uma boa máquina de datilografia, partidas realizadas pelo Bonsucesso. Registrou as escalações do Rubro-Anil e fatos que achou importante de 1968 até 1995. Em poucas linhas demonstrava o acontecimento do jogo e situação do clube no campeonato. Gentilmente me cedeu uma cópia de seu acervo particular e que julgo ser importante passar aos amigos leitores um pouco da história vivida por um apaixonado pelo seu time, um apaixonado pelo Bonsucesso Futebol Clube.

 Jogo contra o Rubro, em Araruama, 1997. O Sr. Marzulo Paladini está sentado, 
de braços cruzados, à direita da faixa. Presença fiel nos jogos do Bonsucesso.


As Anotações do Sr. Paladini.


- Relação de Alguns dos Bons Times que o Bonsucesso teve a partir de 1968:

►Em 1968 - Time que ganhou do Flamengo de 2 x 0 na Taça Guanabara: Ubirajara - Luís Carlos, Jurandir, Paulo Lumumba e Albérico - Fifi (Moisés) e Didinho - Gilbert (Jair Pereira), Gibira, Gonçalves e Morais.
Gols: Gonçalves, aos 15 minutos do 1º tempo e Morais, aos 44 minutos do 2º tempo. Renda: Cr$ 115.470,00. Público pagante: 47.821 pessoas. Técnico: Velha. Presidente: Fuad Bunahum.
Colocação do Bonsucesso: 6º lugar com o Fluminense no Campeonato Carioca e 4º lugar com o Vasco na Taça Guanabara.

Time base do Campeonato Carioca: Jonas - Luís Carlos, Moisés (Lumumba), Lumumba (Jurandir) e Albérico - Amaro e Didinho - Gilbert, Gibira, Paulo Mata e Waldir. No returno o goleiro foi Pedrinho.

Time base na Taça Guanabara: Ubirajara - Luís Carlos, Moisés (Lumumba), Lumumba (Jurandir) e Albérico - Didinho e Fifi - Gilbert, Gibira (Jair Pereira), Gonçalves e Waldir. Foram ainda utilizados os seguintes jogadores: Jorge Andrade e Dutra (zagueiros); Sá, Brandão e Ivo Sodré (intermediária) e Serginho, Antoninho, Enos e Morais (avantes). Morais entrou no último jogo da Taça Guanabara.

►Em 1969 - Ubirajara - Luís Carlos, Moisés, Lumumba e Albérico - Renê e Didinho - Gibira, Fifi, Jair Pereira e Waldir. Participaram também os seguintes jogadores: Jonas, Dutra, Jurandir, Danilo Meneses, Chiquinho, Anísio, Jorge Félix e Morais. Técnico: Duque. Supervisor: Ernesto Santos. Presidente Fuad Bunahum.

►Em 1972 - Lumumba, Natal, Dutra, Nilo e Romero - Silva (Orlando) e Jair Santos - Willian, Jair Pereira, Picolé e Paulinho. Técnico: Amaro.

►Em 1973 - Pedrinho - Dutra, Nilo, Nilson Andrade e Orlando - Silva e Jair Santos - Naldo, Adãozinho, Jair Pereira e Paulinho. Técnico: Amaro.

►Em 1974 - Pedrinho - Miguel, Nilo, Nilson e Paulo Henrique - Silva, Wilson (Natal) e Beto - Naldo, Mário (Alã) e Acelino. Técnico: Velha.

►Em 1975 - Valdir - Miguel, Nilo, Nilson e Carlos Alberto - Silva, Cabral e Marco Antonio - Naldo (Adãozinho), Mickey e Samarone.

►Em 1976 - Pedrinho - Nilton, Nilo, Dário e Carlos Alberto - Silva, Wilson e Cabral (Galvão) - Naldo, Tuca e César. Técnico: João Carlos.


Síntese da participação do Bonsucesso nos Campeonatos de 1980 e dos anos seguintes:


►Em 1980 - Fez parte da 2ª Divisão.

►Em 1981 - Campeão da 2ª Divisão e vice-campeã a Portuguesa. Técnico: Brito. Presidente: Pedro Nunes.

►Em 1982 - 7º colocado na 1ª Divisão, chegando à frente de Bangu, Volta Redonda, Americano, Portuguesa e Madureira.

►Em 1983 - Desceu pela segunda vez para a 2ª Divisão com o São Cristóvão, que chegou em último lugar. Técnico: Velha.

►Em 1984 - Campeão da 2ª Divisão e vice-campeã a Portuguesa. Técnico: Carlos Roberto.

►Em 1985 - Novamente rebaixado à 2ª Divisão, junto com o Volta Redonda, que ficou em último lugar. Seu rebaixamento se deu em seu último compromisso contra a Portuguesa, na Ilha do Governador, quando precisava vencê-la para permanecer na 1ª Divisão e ela apenas do empate, terminando o jogo em 0 x 0. Técnico: Denilson.

►De 1986 a 1990 - integrante da 2ª Divisão.

►Em 1991 - Criadas duas chaves na 1ª Divisão: Chave A com os grandes clubes e Chave B com os componentes da antiga 2ª Divisão. Nos dois turnos o Bonsucesso se classificou em 4º lugar.

►Em 1992 - Integrante da Chave B da 1ª Divisão, ficando em 7º lugar nos dois turnos.

►Em 1993 - Integrante da Chave B da 1ª Divisão no 1º turno e da Chave A no 2º turno, por ter sido o vice-campeão do 1º turno da Chave B e o Itaperuna o campeão. Técnico: Coutinho. Ao final do 2º turno da Chave A, voltou o Bonsucesso ser rebaixado com o mesmo time e o mesmo técnico*.

►Em 1994 - Série Intermediária, com péssima campanha chegando em antepenúltimo lugar evitando o rebaixamento à segunda divisão. Técnicos: Bahia e Décio Leal.

►Em 1995 - Integrante da Série Intermediária, que passou a ter duas chaves (A e B), com os dois primeiros colocados da série A subindo para a Série Especial. O Bonsucesso fez boa campanha, perdendo a sua chance de subir para a série Especial de 1996 em seu último compromisso com o Bayer, quando o empate já o classificava e acabou perdendo por 2 x 0. Seu time titular era o seguinte: Rodrigo - Cláudio, Dudu (Lumumba), Fabiano (Lumumba) e Serginho - Otacílio, Márcio e Marcelo - Roberto (Preto), Castro (Ivã) e Ivã. Técnico: Jairzinho. Presidente: Roberto -.

*Há dúvidas do autor se Coutinho permaneceu até o final do 2º turno.

Marzulo Paladini.


Abração a Todos




Nenhum comentário: