quinta-feira, 19 de abril de 2012

COLUNA ''OPINIÃO E HISTÓRIA'' COM GEORGE JOAQUIM



Depois de Domingo, Acordamos na “Segunda”.

A noite de domingo não poderia ser outra. A chuva sobre o Rio de Janeiro no dia do rebaixamento de um tradicional representante do futebol carioca me fez lembrar as lágrimas de Nossa Senhora do Bonsucesso e seus anjos. Mas que culpa tem a Santa Mãe de Deus? Claro que nenhuma! Acho até que se não houvesse intervenções divinas nos jogos do Bonsuça, a última colocação seria nossa.

Não há Santo (a), anjo ou astro que resolva a incompetência de um grupo. Os incompetentes jogadores que ousaram em representar nosso escudo, treinados por um do mesmo nível, não conseguiram vencer o apático Friburguense. Mesmo sabendo do placar de nosso vizinho, o “timeco” em campo limitou-se ao seu espetáculo de ridicularidade.

Infelizmente o Presidente Zeca Simões levou uma rasteira de um grupo que assumiu o futebol para simplesmente nada. Nada de vitórias, nada de classificação para as taças de consolação, nada de 1ª divisão. E olha que a contratação destes incompetentes seria para se manter na divisão de elite do futebol carioca!

Mas houve tempo para mudanças! E a solução foi: Marcão. Peço desculpas às senhoras que visualizam a coluna pela forma de expressão. Isso foi um “chute no saco” dos torcedores. Para um clube que teve como treinador Nilton Santos nos anos 80, essa atitude da Diretoria foi uma violência à inteligência humana. Esse fardo pesado, Zeca Simões terá que carregar sozinho.

A próxima competição do Bonsucesso será a Copa Rio. Espero que esse torneio seja a nossa “Libertadores”. Será a hora de testes para uma nova geração que surge e honra a camisa rubro-anil. Se os jogadores da categoria de juniores serão escalados ou não, compete a Diretoria. O que não compete a Diretoria é a formação de um novo “timeco” para representar as cores do nosso pavilhão.

No ano do centenário, estaremos competindo na segunda divisão. Mas na data de aniversário, poderemos estar na primeira. Então, Presidente Zeca Simões: levante, sacode a poeira e dê a volta por cima!

Os meus ouvidos foram testemunhas de um fato interessante no rádio. Subindo a serra em direção ao Estádio Eduardo Guinle, estava ouvindo a Rádio Globo. José Carlos Araújo chama o locutor que estava cobrindo o jogo Resende X Bangu, Fernando Bonan (acho ser a escrita do sobrenome dessa forma), para saber o andamento da partida. E o locutor manda essa em puro e alto som: “José Carlos, o jogo aqui em Resende está muito estranho...”.

Resgatando a História:

Há 78 anos, no dia 19/04/1934, o Bonsucesso vencia o Bangu (Campeão Carioca de 1933 pela L.C.F.) no Estádio das Laranjeiras em partida válida pelo Campeonato Carioca. Confira a Ficha Técnica desta partida:

Bangu 1 x 2 Bonsucesso

Data: 19/04/1934
Local: Laranjeiras.
Competição: Campeonato Carioca da L.C.F. (*)
Árbitro: Waldemar Alves.
Gols: Paulista; Hugo e Carlinhos.

BANGU: Euclides, Mário e Sá Pinto (Camarão); Ferro, Santana e Médio; Sobral, Ladislau, Tião (Paulista), Plácido e Dininho.

BONSUCESSO: Durval, Cozinheiro e Fraga; Eurico, Otto e Claudionor; Carlinhos, Caldeira, Hugo, Cecy e Miro.

(*) Liga Carioca de Futebol.

Fonte: Blog do Marcão.


Abração a todos.

5 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Dêrauê disse...

Olá, Prof. George! Vamos torcer para que os erros não se repitam, já que agora não terá sido por falta de aviso...
Muito legal a última postagem na Folha Rubro-Anil, destacando a presença da torcida pelos estádios e até noutros Estados! :)
E parabéns pelo aniversário!

Herman disse...

Grande George, sábias palavras do mestre. A expressão que você usou ao se referir ao treinador foi perfeita. Quanto à Copa Rio, eu acho que essa competição deveria ser disputada somente pelos nossos juniores, porque, caso venhamos a sofrer uma eliminação prematura, o clube não vai ter tamanho prejuízo financeiro como teve com o rebaixamento. Eu acho que o Bonsuça pode fazer bonito na Copa Rio, porém, não alimento muitas esperanças. O negócio agora é pé no chão. E também de planejamento. O Zeca deve começar a planejar 2013 agora, já, neste preciso momento. Não deixar nada pra depois. Teremos projetos importantes no ano do centenário. Primeiro, garantir uma vaga na primeirona em 2014; segundo, lutar pelo octacampeonato carioca; terceiro, se o ano for realmente bem planejado e executado, o Bonsucesso pode até vir a brigar pelo título da Copa Rio. Mas, conforme já mencionado, tudo começa com um planejamento muito antecipado. Essa garotada que vai jogar a Copa Rio pode muito bem amanhã ou depois dar bons frutos ao nosso querido rubro-anil, pois, com um time ganhando entrosamento pra 2013, podemos ter um time-base bem afinado,como numa orquestra. É importante parar pra pensar sobre isso. Sucesso a todos!!!

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Obrigado Dêrauê e Herman pela visita e participação. Abção.

sofro calado disse...

lamentei muito o descenso do time,porem acho que no final todos ja esperavam por isso,o time tinha que ter acordado com a reacao do bangu.mas agora acabou.o que eu acho e que o bonsucesso deveria dar uma atencao especial a essa copa rio sim,ela vale vaga na copa do brasil,um torneio que no ano do centenario marcaria a historia do clube,temos tempo para treinar,observar jogadores nas series B e C,promover os garotos dos juniores,aproveitar do atual elenco poucos que se destacaram,enfim planejar para na copa rio ter um time tambem para 2014.seria otimo ver o clube em uma competicao nacional,apagaria em parte essa decepcao da queda para a serie B.domingo estarei no estadio sofrendo calado