quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

PENSANDO EM RECUPERAÇÃO, BONSUCESSO ENCARA O VASCO

Marco Goiano é a esperança de gols do Bonsucesso
Foto: Arquivo Internet


O Bonsucesso estreia na Taça Rio pensando em apagar a imagem deixada com a campanha na Taça Guanabara quando o time acabou apenas na sexta posição do Grupo A, vencendo uma única partida.

Pensando no adversário desta quarta-feira, o técnico Marcão vem comandando treinos em tempo integral no Estádio Leônidas da Silva. Para o treinador, o preparo fisíco dos jogadores será fundamental para que o trabalho seja recompensado com um bom resultado.

- Vamos pegar uma equipe grande como o Vasco jogando em São Januário, precisou ser inteligente para vencer essa partida, confio no meu grupo, não paramos no carnaval, treinamos bem, é com muito trabalho que conseguiremos nossos objetivos - declarou Marcão.

JÁ O GIGANTE DA COLINA

O duelo desta quarta-feira contra o Bonsucesso, em São Januário, servirá para o Vasco esquecer a derrota por 3 a 1 para o Fluminense na decisão da Taça Guanabara. Os dias seguintes ao revés foram de reflexão e muita conversa na Colina Histórica e o técnico Cristovão Borges vê a reação dos jogadores após a perda de um título como positiva.

- Conversamos de tudo, debatemos a situação, do que vem acontecendo. Precisamos decidir como devemos nos posicionar diante do que vem acontecendo. Deixamos claro que o resultado tem sido bom, perdemos, mas estamos fazendo bem o nosso trabalho - disse Cristovão garantindo que o duelo desta quarta é de grande importância para o Vasco.

FICHA TÉCNICA

VASCO X BONSUCESSO

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 29/02/2012 - 19h30 (Horário de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Assistentes: Diogo Carvalho Silva (RJ) e Wendel Gouvea (RJ)

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Fellipe Bastos(Felipe), Juninho e Diego Souza; Wiliam Barbio (Tenório) e Alecsandro Técnico: Cristóvão Borges

BONSUCESSO: Saulo, Felipe, Patrick, Admilton, Dieguinho, Bruno Ferrreira, Márcio Guerreiro, Diogo, Marco Goiano, Juninho e Jefferson Técnico: Marcão


Um comentário:

Dêrauê disse...

Deu no RJSports: "O técnico Cristóvão Bores se reuniu com os atletas no gramado e decidiu usar força máxima no jogo".
Bom, como toda ação gera uma reação em igual intensidade e direção, mas em sentido contrário: VAMOS PRA CIMA DELES, CESSO!!!!
Começar com o pé direito na Taça Rio!!!
Parabéns, mais uma vez, aos dirigentes da Fanáticos pelo trabalho!