segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

ANÁLISE DA SEMANA COM ''HERMAN RUBRO-ANIL''


NÃO ENTREGA OS PONTOS, NÃO, BONSUÇA!!!

FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!!


E o Bonsuça debutou ontem no estadual 2012 e também debutou no estádio do Engenhão; frente ao Flamengo, o rubro-anil, infelizmente, pouco pôde fazer. Mesmo com muita luta, o rubro-anil da Leopoldina acabou sofrendo um revés humilhante: 4 x 0!!!!

Antes do jogo, tive o imenso prazer de rever a grande turma dos Fanáticos; em frente à Ala Norte do Engenhão, já de cara encontrei Meirelles, Robinho e César, que estava sumidaço da silva. Depois, fui encontrando, vários outros e, já no estádio, reencontrei quase todos os Fanáticos restantes: André Queiroz, André Veras, George Joaquim e sua mãe, dona Marlene, e vários outros; peço desculpas aos demais, pois, infelizmente não consegui lembrar o nome de todo mundo. É gente à beça!!!!

Enfim, o Bonsucesso Futebol Clube adentra o gramado do Engenhão pela primeira vez na sua história. Nossa torcida saúda o rubro-anil da Leopoldina. Logo a seguir, entra a equipe do Flamengo. Ansiedade e expectativa pelo início do jogo. O juiz apita e a bola finalmente rola no tapete da realeza verde, verde. O Bonsuça dá a saída e, desde o princípio da partida, se preocupa em ter o domínio da bola e procurar partir para o contraataque, quando possível.

Numa falha de marcação da zaga rubro-negra, Adriano Magrão toma a bola e, num chute colocado, quase abre o marcador para o Bonsuça. Lance de grande emoção para a torcida rubro-anil. No lance seguinte, o Bonsuça reclama uma penalidade por João Felipe ter colocado a mão na bola dentro da grande área, porém, o árbitro, alegando ser um lance involuntário, não assinalou.

Aos 26 minutos, Jael cabeceia com relativo perigo ao gol de Saulo, que pratica bem a defesa. Aos 30, acontece o que os rubro-anis não queriam: Camacho consegue roubar a bola e lança para o perigoso Dario Bottinelli, que toca para Jael, de frente pro crime, fuzilar e abrir o placar no Engenhão: Flamengo 1 x 0 Bonsucesso.

Três minutos depois, novamente Jael, arrisca de fora da área, a bola ainda bate em Gomes e vai parar no fundo das redes: Flamengo 2 x 0 Bonsucesso. O gol dá uma desnorteada no Leão da Leopoldina, que procura não se deixar levar pelo desânimo e segue tentando criar outras oportunidades.

Vem o segundo tempo e novamente o Bonsuça parte pra cima do time rubro-negro, tentando criar oportunidades de gol, o que só consegue em alguns lances isolados. Num deles, a bola passa rente à trave do goleiro do Flamengo. Aos 30, Camacho mandou um petardo de fora da área, indefensável para o goleiro Saulo: Flamengo 3 x 0 Bonsucesso!!!! Por fim, aos 43, Adryan pega de primeira após um cruzamento e manda para o gol rubro-anil. O goleiro Saulo nada pôde fazer. Final de jogo no Engenhão: Flamengo 4 x 0 Bonsucesso.

Infelizmente, o Bonsucesso começou mal o campeonato. Mas não vamos nos esquecer que, como ainda é começo de campeonato, o rubro-anil ainda tem a oportunidade de se recuperar na competição. SÓ DEPENDE DELE MESMO!!! Então, para o time, uma mensagem: esqueçam essa partida de sábado. O campeonato para o Bonsucesso Futebol Clube começa a partir do próximo sábado, dia 28, contra o Madureira, no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.

E essa mensagem vale também para os bravos torcedores rubro-anis, que se disporão a estar presentes na Rua Haroldo Lobo, próximo sábado. Eu tenho convicção; vai ser o início da nossa recuperação. Bonsuça só precisa jogar com seriedade e querer ganhar mais do que o adversário, porque o Madureira é um time que faz jogo duro com todo mundo. Mas vai pra frente que a torcida rubro-anil está com você.

Não entrega os pontos, não, Bonsuça!!!!!


2 comentários:

Jose Antonio disse...

Derrota muito ruim pela diferença de gols.
Pontos positivos: o goleiro passa segurança, a zaga foi relativamente bem e o Magrão foi lutador na frente.
Pontos negativos: buraco entre a zaga e os volantes (dois gols de fora da area, sem marcação), meio campo com deficiência, tanto na marcação quanto na armação, o ataque ficou muito isolado e com pouco apoio dos meias.
O Madureira é um time perigoso e bem armado. Nem pensar em derrota no sábado...

Matheus disse...

Boa observação.
Faria uma pequena observação: O Magrão não está em boas condições de jogo, sem domínio de bola. Inumeras oportunidades em que a bola chegou aos seus pés, sem qualquer domínio da pelota. Fiquei imaginando o Juninho nesse time, além do Sassá naquele meio fazendo os desarmes.