quarta-feira, 17 de agosto de 2011

BONSUCESSO E VASCO EMPATAM NO LEÔNIDAS DA SILVA

Bonsucesso e Vasco empatam por 0 a 0 no estádio Leônidas da Silva
Foto: Fábio Menezes

Em seu primeiro jogo-treino antes da estreia na Copa Rio, o Bonsucesso recebeu o Vasco da Gama, representado pelo seu time B, e ficou no empate sem gols.

Com boa movimentação das duas equipes, a primeira etapa teve jogadas rápidas e de muita movimentação dos dois ataques, mas poucos arremates.

Pelo Vasco a melhor jogada, aos 17 minutos, foi com William Barbio (emprestado pelo Nova Iguaçu) que bateu cruzado levando perigo à meta de Jaime, enquanto o Bonsucesso chegou, aos 25, com Dejavan exigindo boa intervenção de Diogo Silva, também emprestado pela equipe da Baixada Fluminense.

No segundo tempo da atividade, os dois treinadores mantiveram as equipes que iniciaram o trabalho, fazendo as alterações gradativamente.

Mesmo com o equilíbrio mantido, o time de São Januário teve duas boas oportunidades, ambas com Bernardo. A primeira, em cobrança de falta, aos 20 minutos, acertando a trave e, quatro minutos depois, após jogada individual pela esquerda que, antes de explodir no travessão, contou com ótima defesa de Anderson.

O Bonsucesso teve sua melhor chance com Gilberto, aos 39, após arrancada pela esquerda.

A equipe rubro-anil, comandada por Manoel Neto, começou o jogo-treino com Jaime; Vitor, PC, Jordan e Rony; Sassá, Cléber, Thiago Ramos e Rodrigo; Dejavan e Rafael Rebelo. Entraram, na etapa final, Anderson, Marcelinho, Ratinho, Augusto, Baby, Gilberto, Otaviano e Admilton.

Pelo Vasco, sob o comando de Gaúcho, atuaram Diogo Silva; Irrazabal, Douglas, Vitor Ramos, Geison; Elivelton, Marcos Vinícius, Bernardo e Johnathan; William Barbio e Patrick. No segundo tempo, também participaram Conrado, Luan, Jomar, Washington e Marloni.

A estreia do Bonsucesso na Copa Rio será no próximo dia 03, às 15 horas, com o São João da Barra, em local ainda indefinido.


Um comentário:

Herman disse...

Bom jogo!!!! Foi bem disputado. É bom para o Cesso começar a enfrentar adversários de peso. Ajuda no moral do time.