segunda-feira, 11 de julho de 2011

ANÁLISE DA SEMANA COM "HERMAN RUBRO ANIL"

SOFRIMENTO PURO - TENSÃO TOTAL!!!!


FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!

Mais uma vez o Bonsuça sofreu – e como sofreu – pra vencer jogando na Teixeira de Castro; o adversário, desta vez, foi a Portuguesa. Fazendo um frio de lascar, as arquibancadas bonsucessensses receberam um público maior que o normal.

Os dois times, já em campo, são obrigados a fazer um aquecimento mais intenso que o habitual, por conta do forte frio que faz no Rio de Janeiro. Marco Goiano volta ao time depois de cumprir suspensão na partida contra o Sendas.

Começa o jogo: o Bonsuça, como de costume, vai pra cima. É só pressão em cima do time luso-brasileiro. Fica só na pressão, mesmo, porque as conclusões.... E o time se desdobra pra tentar chegar no gol luso, mas tropeça na execução dos passes.

O time da Portuguesa se fecha, botando pelo menos uns seis defensores na sua grande área, formando uma verdadeira muralha, tornando-se mais um complicador para o rubro-anil.

Em uma jogada pelo meio, a bola é tocada na direita, justamente onde havia três jogadores da Portuguesa marcando; se a bola tivesse sido tocada na esquerda, encontraria Rony, ou até Juninho, livres de marcação.

É o nervosismo tomando conta do Bonsuça!!! É a equipe sentindo a obrigação de vencer. Esse comentário começa a correr entre os Fanáticos. Perigo de perda de foco do jogo e do campeonato. Isso não pode acontecer!!!

Tão convencido disso, no ataque seguinte do Bonsuça, comecei a gritar: “Vambora, Bonsuça, não pode sentir o peso do jogo, não. Tem que concentrar no jogo”. Mal acabei de proferir tais palavras, acontece a jogada do gol: cruzamento da esquerda, a bola sobra pra Juninho mandar de voleio; a bola passa por cima de dois defensores do time da Ilha do Governador – a zaga lusa parou pedindo impedimento - e encontra Jordan, livre, livre de marcação, que cabeceia pra dentro das redes do time visitante pra fazer Bonsucesso 1 x 0 Portuguesa, aos 44 da etapa inicial!!!

Destaque para o preciso cruzamento para a área – finalmente. No intervalo do jogo eu conversava com a galera rubro-anil, e o Fanático Diego disse uma coisa muito certa: foi bom que o gol tivesse saído mesmo no fim do primeiro tempo, pois, se tivesse ocorrrido muito no começo ou até o meio do primeiro tempo, haveria o iminente risco de acomodação. O receio era plenamente justificável, visto que o Bonsuça costuma mesmo pregar algumas peças.

Vem o segundo tempo, e o Bonsucesso vai pra cima da Portuguesa com o intuito de liquidar logo a fatura; mas é a Portuguesa quem leva perigo nos minutos iniciais. Mas o Bonsucesso conseguiu cadenciar bem o jogo e, aos 18, o Bonsução chega ao segundo gol contra a Lusa carioca.

Numa jogada pela esquerda, Marco Goiano e Ratinho fazem boa troca de passes; Ratinho lança Juninho, que arranca em velocidade, vai pra cima do zagueiro, ginga pra cá, ginga pra lá, tropeça no zagueiro e cai, se recupera mesmo assim, avança pra dentro da grande área, cruza de forma precisa para João Rodrigo, livre, livre de marcação, apenas empurrar para as redes e fazer Bonsucesso 2 x 0 Portuguesa!!! Alegria total na Teixeira de Castro!!!

A partir daí, começou a haver a tão temida acomodação; resultado: o Bonsucesso começou a tomar sufoco – desnecessário – da Portuguesa; o Bonsucesso ficou um bom tempo na defesa. E a Portuguesa, que já não aspirava mais grandes metas no campeonato, acabou chegando ao seu gol de honra numa cobrança de falta, onde o zagueiro PC, num lance de absoluta infelicidade, marcou contra o patrimônio. Jaime nada pôde fazer!!! Bonsucesso 2 x 1 Portuguesa!!! Aos 41 da etapa final. E haja sufoco dos visitantes até o fim...

Por fim, o juiz aponta o centro de campo e encerra o jogo – para alívio absoluto de todos na Teixeira de Castro – para mais uma (sofridíssima) vitória rubro-anil no campeonato estadual.

No jogo de sábado, contra o Serra Macaense, lá em Macaé, o Bonsuça sabia muito bem que precisava da vitória de qualquer maneira, pois um tropeço contra o Serra e uma vitória do Friburguense fatalmente o tiraria do G-2. Então, para evitar isso, era necessário vencer, nem que fosse com uma daquelas espetaculares goleadas por 1 x 0!!!

E o Bonsuça começa o jogo partindo pra cima do Serra, batalhando bem pelo gol; no desenrolar do jogo. A luta era intensa no meio de campo; as duas equipes lutavam a todo custo pela posse de bola, mas sem muitos lances de criatividade ou jogadas ensaiadas; era na base do chutão, sabem? Tipo bola pro mato que o jogo é de campeonato. O Serra apenas cumpria tabela, mas não se deixava abater.

O time procurava surpreender a zaga rubro-anil por intermédio de Pimenta, artilheiro do time na competição. Mas a zaga vermelha e azul mantinha o seu posto muito bem vigiado, sempre alerta.

Aos 24 minutos, Cléber lança a bola em profundidade e Thiago Ramos é derrubado na grande área: pênalti!!!! Marco Goiano vai para a cobrança e, com categoria, bate firme pra fazer Bonsucesso 1 x 0!!!! O panorama pouco muda até o final da etapa inicial.

Na segunda etapa, o nível técnico melhora; o Serra Macaense vem mais ofensivo e logo aos 3 minutos Rogério carimba perigosamente o travessão de Jaime. Susto nos rubro-anis. Aos 5, vem o troco rubro-anil; Marco Goiano leva perigo ao guardametas da equipe local.

Apesar de ter um jogador a menos, o Serra não se intimidava e atacava o Bonsuça do jeito que dava. Aos 18, Juninho faz boa jogada pela esquerda e toca para Thiago Ramos que perde grande chance de ampliar o marcador e, na sequência, Pimenta aproveita o contra-ataque e bate forte exigindo excelente intervenção de Jaime.

Depois, o Bonsuça passou a valorizar a posse de bola e a cadenciar o jogo, deixando o tempo passar e assim, garantir mais uma vitória no campeonato e mais três preciosos pontos na tabela. Com a derrota do Quissamã para o Ceres, o Bonsucesso passa a ser o líder do campeonato, mas o Friburguense segue na cola, agora no G-2. O Quissamã cai pra terceiro, mas está a apenas dois pontos do Bonsuça. O nosso rubro-anil precisa continuar muito esperto. Ainda faltam cinco rodadas.

Na próxima rodada as duas equipes voltarão a campo na quarta-feira, às 15 horas. O Serra Macaense irá à Baixada Fluminense, para o confronto com o Tigres do Brasil no Estádio De Los Larios e o Bonsucesso receberá o Teresópolis, na Teixeira de Castro. Mais um jogo chave para o Bonsuça. Mais até do que isso: é mais uma rodada chave para o Bonsuça!!! Então, estejamos todos lá, caros rubro-anis, apoiando o Bonsuça em busca de mais uma vitória na competição. Até quarta!!!

Saudações rubro-anis!!!!


3 comentários:

RONALDO disse...

caro HERMAN ESTA SEMANA FOI MUITO PROVEITOSA EM PROL DO BONSUÇA AGORA E IR PRA CIMA DAS 5 DECISOES E GANHAR POIS O CARIOCA NAO E CARIOCA SEM O BONSUCESSO .



AVANTE CESSO !

Herman disse...

Valeu, Ronaldo!!! É isso aí, amigo!!!

ricardo disse...

Caro Herman,

Bela análise, porém deixou de relatar o gol perdido de maneira inacreditável pelo
nosso querido Macarrão, momento inesquecível do jogo, tal fato não poderia ficar de fora. Você deve ter esquecido.
Bom de qualquer maneira, a vitória foi de suma importância.

Abraço a todos e até quarta.

Ricardo Rilo.