domingo, 22 de maio de 2011

ANÁLISE DA SEMANA COM "HERMAN RUBRO ANIL"

RECUPERAÇÃO IMEDIATA

FALA, GALERA RUBRO-ANIL!!!

Na quarta-feira o Bonsuça teve uma parada pra lá de indigesta diante do Friburguense, na Teixeira de Castro. O Bonsuça vinha de um empate frente ao Barra Mansa no domingo passado. A vitória frente ao time de Nova Friburgo colocaria o Bonsuça nas cabeças da segunda fase; portanto, o Bonsucesso tinha que vencer o Friburguense de qualquer maneira.

No início de jogo o Bonsucesso demonstra os mesmos problemas das etapas iniciais; a falta de objetividade e o grande erro de passes na evolução do ataque. E além disso, o time rubro-anil foi muito bem marcado pelos friburguenses. Disso aí surgiram os contraataques do time do Friburguense; velho problema do Bonsuça de dar campo ao adversário, e, consequentemente, deixar os caras gostarem do jogo. E tanto os caras gostaram do jogo que foram deles as melhores chances do primeiro quarto da partida; os caras penetravam na defesa rubro-anil até pelo meio – sinal claro de perda de entrosamento.

Na volta do tempo técnico o Bonsuça conseguiu obter uma melhor evolução de jogo, passando a rondar a área do tricolor de Nova Friburgo; porém ainda faltava uma objetividade maior nas finalizações. Mas aos 23 minutos, finalmente o Bonsuça abre o placar, após lançamento de Marco Goiano para Thiago Ramos fazer de cabeça Bonsucesso 1 x 0!!!

Após isso, o Bonsuça, inexplicavelmente, volta a dar campo ao time visitante, que tem duas claras oportunidades de gol, que o goleirão Jaime evitou, mais uma vez, com maestria. Mas, aos 33 minutos, após uma cobrança de falta magistral, Flavinho empata o jogo na Teixeira de Castro; o goleiro Jaime ainda foi na bola, mas, infelizmente, por mais que tentasse, não conseguiu evitar o empate do tricolor serrano.

O jogo foi se arrastando até o fim do primeiro tempo nesse ritmo, com o Bonsuça chegando na área do Friburguense e sempre errando o último passe – é incrível como o Bonsuça errou passes durante o jogo... - , o que, logicamente, atrapalhava os planos de passar à frente no marcador. O time estava trôpego.

Na etapa final, o Bonsuça, enfim, acorda. E parte com tudo pra cima do Friburguense. Mas o Bonsuça acaba tomando o contraataque, e, depois de uma cobrança de córner, Diego Guerra toca de cabeça pra Cadão cabecear firme e virar a partida. Bonsucesso 1 x 2 Friburguense. O placar, indubitavelmente, foi uma senhora ducha de água fria na torcida.

Aí o Bonsuça resolve ressurgir e começa a atacar insistentemente o time de Nova Friburgo. E numa sequência de três corners consecutivos – e a torcida só dando aquela pressão – o Bonsucesso consegue o suadíssimo gol de empate; Rafael Rebelo recebe a bola em ótima posição e consegue tirar do goleiro, sendo que a bola ainda bateu na trave e no próprio goleiro antes de entrar: Bonsucesso 2 x 2 Friburguense!!!! O rubro-anil estava definitivamente de volta à partida. Foi um legítimo teste para cardíaco. Um verdadeiro festival de bolas pra fora do campo, pra fora do estádio e por aí vai.

Na casa dos 40 minutos, a chance mais clara de gol que eu já vi o Bonsucesso perder até hoje. A bola bate e rebate na pequena área e sobra livre, livre, sem goleiro. Era só alguém empurrá-la para o gol; mas, na tentaviva, a zaga do Friburguense afasta pra corner. Emoção pura até o fim do jogo.

Pra piorar a coisa, houve ainda um pênalti claríssimo para o Bonsuça que o juiz não marcou. E ainda teve a falta escandalosa que o Juninho sofreu, o zagueiro do Friburguense deveria ter sido expulso, mas o árbitro só deu o amarelo. Inacreditável!!!! Era uma partida que era pra nós termos vencido. O Bonsuça não jogou bem na quarta, mas que meteram a mão no rubro-anil, isso meteram!!!!

Fim de jogo na Teixeira de Castro: 2 x 2!!!! Um resultado desastroso pro Bonsuça, que despencou quatro posições na tabela de classificação. Bonsuça, reage urgentemente!!!!

Na partida contra o Ceres, o jogo começa lá e cá; boas chances pra ambos os lados, e aos 11 minutos o atacante do time da casa Leandrinho dribla dois zagueiros rubro-anis, manda pro gol e.... gol do Ceres.... tristeza no lado visitante... o Bonsuça ainda carimba a trave do Ceres aos 17 minutos, lance que anima a torcida. Surge a esperança de que o Manoel Neto consiga reorganizar a equipe na parada técnica....

Na volta da parada técnica, falta perigosa para o Bonsuça, chance de gol; Marco Goiano cobra e a bola vai pra corner; na cobrança de corner, novamente Marco Goiano na bola; no lance, quase o empate. O gramado do Estádio João Francisco é uma verdadeira desgraça, o que impede o mínimo de condições para a prática do futebol em qualquer categoria.

O jogo segue com chances razoáveis para ambos os lados. Falta para o Bonsuça, Marco Goiano na cobrança; a bola é batida com muita força e se perde pela linha de tiro de meta. O Bonsuça segue atacando , mas nada de finalizar para a meta do Ceres. Por outro lado, o time local segue igualmente perigoso.

Aos 35, PÊNALTI para o Bonsucesso. Marco Goiano na cobrança, corre pra bola e..... GOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL DO BONSUUUUUUUUUUÇÇÇAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!! UFA!!!! É o empate do rubro-anil da Leopoldina. Mas o que se temia acontece: o Bonsuça se desconcentra novamente, e, num contraataque fulminante do Ceres, e............ o nosso goleirão Jaime EVITA UM GOL CERTO!!!! Ufa, ainda bem!!!!

Falta para o Ceres; Jaime manda pra frente de soco; na sequência, corner pro Ceres; na sequência do lance a bola sobra pra Jaime, que agarra firme. Nova falta, agora para o Bonsuça; Marco Goiano novamente na bola, ele manda na barreira, a zaga do Ceres tira do jeito que dá, aos 42 minutos. Aos 43, nova falta para o Bonsuça, quem vai na bola? Marco Goiano. A bola, no bate-rebate sobra para Sassá e para Rafael Rebelo, que não conseguem finalizar para o gol. Fim da etapa inicial: 1 x 1!!!!!

Balanço da etapa inicial: Bonsuça teve uma atuação razoável, mas não faltou vontade. Tanto que o rubro-anil não se abalou nem um pouco após o gol sofrido. O time foi pra cima, só na pressão. Ceres, por sua vez, procurava aproveitar os contraataques da melhor forma, mas esbarrou no goleiro Jaime.

Na etapa final já temos falta contra o Bonsuça; falta cobrada por Douglas Silva à meia altura, Sassá tira de qualquer maneira. No lance seguinte, córner para o Ceres; Douglas Silva na cobrança, de perna esquerda, à meia altura; Lucas corta de qualquer maneira, e no rebolte, quase o Ceres passa à frente de novo; Jaime apenas faz golpe de vista.

Sufoco pro Bonsuça no início da etapa final. Em mais um ataque do Ceres, Jaime é obrigado a fazer grande defesa para evitar o gol do time local. Em um lance de contraataque do Bonsuça, a bola resvala e quase ocorre o gol da virada Bonsucessensse. O jogo tá bom, lá e cá!!!

Mas o Bonsucesso precisa virar o marcador; o Bonsucesso Futebol Clube precisa urgentemente voltar a vencer. E o Bonsuça vai pra cima, vai com tudo, vai do jeito que dá. Thiago Ramos aciona Roni na esquerda, que recebe uma rasteira violenta. Falta pro Bonsuça. A bola bate no jogador Diego Maia, do Ceres. Mais pressão em cima do Ceres; é Joselito, é Sassá, é Thiago Ramos, é Rafael Rebelo, é todo mundo indo pra cima do Ceres.... e o gol não sai????? Ai, eu morro....

Em um lance perigosíssimo do Ceres, quase sai o segundo gol do alvi-celeste; Jaime, novamente fez golpe de vista. Na sequência, um contraataque do Cesso que quase resulta no gol da virada; defesa precisa de Leo Flores. Nova pressão do Ceres; em uma cobrança de escanteio, a bola passa perto do gol rubro-anil. Pouco depois, Diego Maia fuzila em cima do goleiro Jaime, que evita um gol certo. Na sequência, contraataque do Bonsuça e, por muito, muito pouco, não sai o segundo gol do Bonsuça!!!! O time rubro-anil domina o segundo tempo, mas falta sorte; aos 43, um balaço na trave do Ceres, frustrando a torcida do Bonsuça!!!! Assim não pode, assim não dá....

Aos 45, falta para o Ceres..... mal cobrada...

Jogo até os 48. Fim de jogo no Estádio João Francisco. Score final: 1 x 1!!!! O resultado não ajuda o Bonsuça, que começa a ficar perigosamente longe da zona de classificação. Sinal de perigo para o Bonsucesso. Só tenho uma coisa a dizer, caros amigos rubro-anis: o Bonsucesso Futebol Clube TEM QUE VENCER O TIME DO SENDAS NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA DE QUALQUER MANEIRA. Porque, do contrário, o Bonsucesso pode correr o sério risco de não conseguir o seu tão desejado intuito, estando ainda a mais de um turno e meio do fim do campeonato. Se o time não vencer na quarta, viveremos vários dias de cão no restante do campeonato.

Então, para evitar isso, é só o time vencer na quarta. E vale tudo pra espantar a zica. Cada um se agarre a seus credos e rezem muito pelo Bonsuça no decorrer deste campeonato. Encontraremo-nos na quarta. Um abraço e saudações rubro-anis!!!

2 comentários:

George Joaquim Ferreira Machado disse...

Quarta é dia de estréia na Teixeira de Castro!!! É a estréia do Bonsuça vencedor!!!

ricardo disse...

Olá George,

Que os Deuses lhe ouçam.

Ricardo Rilo.