sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

ELEIÇÃO ADIADA!

Eleição é adiada no Bonsucesso
Foto: André Queiroz

Por: Renan de Moura e André Queiroz

Muita confusão no dia da eleição para presidência do Bonsucesso Futebol Clube. A equipe dos “Fanáticos pelo Cesso” chegou às 17h na sede do clube, uma hora antes de começar a votação, e os primeiros votantes estavam chegando naquele momento. Entretanto, na sala do presidente Ary Amâncio estava um oficial de justiça que determinou o adiamento da eleição com uma liminar impetrada na justiça pela oposição (Chapa Verde Esperança) liderada pelo candidato Ribeiro Marques e apoiado pelo ex-presidente Roberto Martins, mais conhecido como “Cacareco”.

O advogado da situação, Dr. Carlos, em nome do candidato Zeca Simões, justificou na sua visão o porquê do impedimento da Chapa Verde Esperança de concorrer à presidência e explicou o que aconteceu para o adiamento da eleição:

_ Nos preparamos para a eleição. Existiam duas chapas, mas a chapa verde estava cheia de erros, inúmeros erros, e além de erros essa chapa era uma réplica da outra igual a ela. Então, nós condenamos essa chapa. Eles (oposição) entraram com uma liminar na justiça não aceitando o dia e o horário (de 17h às 22h) da eleição. Como a juíza não abriu vista pra gente, apenas para eles, a eleição será adiada para domingo das 10h às 17h, incluindo a Chapa Verde. Nós iremos cumprir o que foi estabelecido até porque a multa está no valor de 100 mil reais e nós não estamos aqui para dar dinheiro para a justiça, embora ela em 1ª instância não poderia ter feito isso. A justiça deveria ter ouvido o outro lado, coisa que não foi feita.

Pelo lado da oposição, a nossa equipe não conseguiu contatar o candidato a presidência, Ribeiro Marques. Mesmo assim, falamos com o candidato a vice-presidente da Chapa Verde Esperança, Oberdan dos Santos que em poucas palavras afirmou estar confiante na vitória:

_ Estamos confiantes que iremos vencer.

Faça valer o seu voto e compareça na sede do clube das 10h às 17h, no próximo domingo, dia 14.

Veja abaixo a liminar:

Nenhum comentário: