domingo, 28 de outubro de 2007

“Tira o time de campo. Não agüentamos mais essa perseguição”

Para diretor de futebol do Bonsucesso a decisão de retirar o time de campo foi acertada e revela que o presidente do Guanabara apoiou a atitudeNo jogo valido pela última rodada da terceira fase do Campeonato Estadual da Segunda Divisão do Rio, onde o Guanabara enfrentou o Bonsucesso, em casa. Essa partida ficou marcada pela saída do clube carioca do jogo aos 40 minutos, por ordem do presidente do clube.

Em entrevista exclusiva ao LANCE! o diretor de futebol do Bonsucesso tenta explicar o que gerou essa atitude e por que foi tomada.

Primeiramente ele revela que o jogo já foi marcado por problemas. Para ele o jogo foi marcado muito próximo do último do Bonsucesso que foi jogado na quita-feira, em razão das fortes chuvas que assolaram o Rio de Janeiro na quarta-feira.

O jogo desde o inicio foi marcado com menos de 72 horas, foi um jogo já com muita pressão, e nós pedimos para a federação, que o nosso jogo de quarta foi adiado para quinta, que colocassem a rodada do nosso grupo para domingo, para todos terem 72 horas de descanso o que é normal até porque o campeonato é quarta e domingo, já há uns três meses assim em um ritmo frenético.

Para o diretor o Bonsucesso também vem sendo prejudicado pela arbitragem desde o início do campeonato. Segundo ele neste sábado a situação não foi diferente.

- Em nossos jogos temos sido muito perseguidos pela arbitragem, e hoje houve tanta confusão no jogo, tiveram dois gols impedidos, nós tivemos um gol lícito e ele anulou o nosso gol e logo em seguida deu um pênalti contra nós, após esse pênalti aconteceu uma confusão, e o campo foi invadido pela guarda municipal, que agrediu dois dos nossos preparadores físicos, e colocaram até um cachorro em cima deles, foi uma pressão danada.

Com todos esses fatos, ele revela de quem foi a ordem de retirar o time de campo e com qual objetivo seria.

- Diante de tantos fatos contra nós, o presidente do Bonsucesso e o presidente do conselho do Bonsucesso pediram para tirar o time de campo, como forma de protesto e como forma buscar os nossos direitos, e também agente já estava jogando com 46 horas depois do outro jogo. Mas sobre protesto, porque já tínhamos pedido para não fazerem isso, e que estavam ferindo o regulamento e regra do jogo, mais mesmo assim eles intransigentes como sempre, nos colocaram para jogar neste sábado.

E hoje o presidente do Bonsucesso senhor Ari Amanso, o presidente do conselho, senhor Claudio Meneses falaram: tira o time do campo, eu não agüento mais isso, vamos protestar vai ser a nossa forma de chamar a imprensa de tudo isso que está acontecendo. “Tira o time de campo. Não agüentamos mais essa perseguição, essa covardia que estão fazendo com o futebol do Rio de Janeiro”

Continuando a falar sobre o sentimento que o Bonsucesso possui de ser perseguido pela arbitragem ele diz:

- No jogo contra o Bangu que eu briguei, e nos final viram que agente tinha razão, mais já tirou o nosso mando de campo e colocaram agente para jogar em Resende, tivemos que engolir isso, tivemos que aceitar essa situação.O senhor “Michael Jackson” não apitava no futebol a um tempo e colocaram para apitar a primeira vez naquele jogo do Bangu lá com agente e hoje voltou de novo, o senhor Robertinho, delegado do jogo que foi o responsável junto com o arbitro naquele jogo,para dar o WO no Bonsucesso foi no jogo do Bangu lá que nós empatamos a “duras penas” , porque a imprensa ainda estava no campo naquele dia, e hoje no site da federação nós consultamos, e o delegado do jogo era uma outra pessoa, e quando chegamos ao estádio tava lá o Robertinho, figura conhecida, que sempre persegue o Bonsucesso. Estamos indignados todos, diretores, jogadores, comissão técnica, pessoas que estavam presentes no estádio. E como uma forma de protesto abandonamos o campo no final do primeiro tempo, e vamos aos tribunais novamente, para buscar justiça sobre o que ocorreu.

Concluindo ele fala que recebeu um telefonema de apoio do presidente do Guanabara e comenta sobre as medidas que o Bonsucesso irá tomar.

- Eu tenho certeza que até o Guanabara que estava sendo beneficiado, não concordou com aquilo. Eu recebi um telefonema do presidente do Guanabara solidário dizendo: se fosse eu, teria feito a mesma coisa.Nessa semana vamos entrar com um mandato de garantia pedindo para ter um próximo jogo e pedindo para o departamento jurídico o senhor Mario Bitencourt vai tomar as medidas para fazer valer o direito do Bonsucesso.Vamos resolver nos tribunais, vamos pedir para a imprensa e todas as pessoas de bem acompanharem esse fato.

Autor: Felipe Oliveira
Fonte: http://www.oresultado.blogspot.com


Nenhum comentário: