quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Outro empate sem graça.

Nessa tarde no estádio Leonidas da Silva, Bonsucesso e Cardoso Moreira, jogaram pela segunda fase da série B do Rio, o jogo teve pouco poder ofensivo e o ritmo da partida foi imposto pelo visitante.

Lances de perigo foram poucos, mas o Bonsuça se mostrou disposto a vencer a partida, o zagueirão Gomes teve duas grandes oportunidades de abrir o placar, aos 9 minutos ele recebeu dentro da área e soltou o pé direito, a bola explodiu no travessão de Macúla que ainda desviou para escanteio.

O Cardoso deu o troco, dois minutos depois, Neném bateu falta e obrigou Éverton a fazer grande defesa, a partir daí, os visitantes começaram a melhorar no jogo e o atacante Sandro teve duas oportunidades, uma ele desviou para fora e a outra estava impedido; Mas aos 20 minutos o Cardoso teve a principal chance do primeiro tempo, Sandro chutou e Éverton defendeu, o atacante não desistiu e arrematou novamente, mas Sassá jogou pela linha de fundo.

O Bonsucesso voltou para o segundo tempo com uma mudança, Alan no lugar de Kemerson.

Logo com 6 minutos do segundo tempo, um susto, Rafael Rabelo e Pandora se chocaram, cabeça com cabeça, quem levou a pior foi o jogador do Cardoso Moreira, que ficou por alguns minutos caído no gramado, mas em seguida, levantou-se e continuou jogando.

Aos 15 minutos, o técnico do Cesso resolveu tirar o capitão Jean Carlo, para colocar Tiago, mas o Bonsuça não perdeu a parte ofensiva, pois Tiago entrou muito bem e exigiu preparo do goleiro Macúla.

Aos 38 a torcida do Bonsucesso pediu um penalti em cima de Gilmar, mas o árbitro Willian Nery, mandou seguir e puniu Alan, por reclamação.

E após 3 minutos de acréscimo o jogo ficou no 0 a 0, mais um empate onde o Bonsucesso não conseguiu impor seu ritmo dentro de casa.
FORÇA, BONSUCESSO

Nenhum comentário: