quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Guanabara mela temporariamente a segundona carioca

Rubens Lopes, presidente da FERJ.
Foto: Papoesportivo.com


Mais uma vez, o tapetão atinge o futebol do Rio de Janeiro. Dessa vez, o estadual da Segunda Divisão foi o alvo. Os jogos Independente x Macaé Esporte, Cardoso Moreira x Floresta, Resende x Mesquita e Duque de Caxias x Olaria desta quarta-feira (31), na abertura da terceira fase, foram suspensos pelo Departamento Técnico da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro por força de medidas judiciais. “Infelizmente tive de tomar essa atitude devido a uma liminar impetrada pelo Guanabara, que paralisa a competição, até o julgamento do mérito. Eles querem jogar novamente contra o Bonsucesso, pois alegam que foram prejudicados com o abandono de campo do adversário, aos 42 minutos do primeiro tempo, quando venciam por 3 a 0 e brigavam pela classificação. Uma lástima essa atitude antiesportiva do Guanabara, prejudicando o andamento do estadual e desrespeitando os coirmãos”, reclamou o presidente da federação Rubens Lopes .


Com a vitória do Olaria sobre o Cardoso Moreira (1 a 0) - outro jogo do grupo -, no último final de semana, pela rodada final da segunda fase, o Guanabara não se classificou. O time guanabarino precisava vencer por cinco gols de diferença e tirar a vaga do Cardosão. Cartolas do Guanabara acham que isso seria possível, pois o Bonsuça estava com menos dois jogadores em campo. O pedido do Departamento Jurídico do Guanabara é que a partida possa prosseguir a partir do momento da paralisação.


Além do recurso jurídico do Guanabara, o Bonsucesso, alegando falta de segurança no Estádio Arena Guanabara, na partida do último sábado (27), também entrou com recurso no TJD da Ferj querendo os pontos do jogo. "Nós abandonamos o campo devido à falta de segurança e para preservar a integridade física das pessoas. A Guarda Municipal estava agindo de forma truculenta contra o pessoal do Bonsucesso. Dois integrantes da nossa delegação foram à delegacia fazer o boletim de ocorrência, pois foram agredidos", denunciou Jaider Moreira, homem-forte do Bonsucesso. "No jogo contra o Olaria aconteceu a mesma coisa e a confusão no final da partida teve consequências graves. Pessoas sairam de campo com traumatismo craniano. Para evitar o pior, resolvemos abandonar a partida antes", acrescentou Jaider Moreira.


>> No tribunal - O julgamento dos dois processos acontecerá nesta quinta-feira (1), no TJD da federação, mas nada garante que a competição possa prosseguir no próximo sábado (3). As duas diretorias prometem recorrer ao STJD da CBF, caso percam na esfera estadual. O Cardoso Moreira, o terceiro interessado no caso, poderá recorrer caso perca a vaga nos tribunais. Essa confusão toda pode afetar a Primeira Divisão de 2008 cujo início está previsto para 16 de janeiro. Segundo o Estatuto do Torcedor, a tabela e regulamento têm de estarem prontos 60 dias antes de a bola rolar.


Fonte: Papoesportivo.com

Nenhum comentário: