sábado, 13 de outubro de 2007

Clássico da Zona Norte

Com o meio campo congestionado, Olaria utiliza as laterais do campo para avançar.
Foto: Cláudio Burger


Em confronto equilibrado, como todo grande clássico, o Olaria venceu o Bonsucesso por 1 a 0, com gol de Nielsen, aos 47 minutos do segundo tempo. As equipes se respeitaram muito durante os primeiros minutos, jogavam sem objetividade e tocavam a bola de lado, para conhecer e observar o adversário. O equilíbrio foi a tônica da partida.



O Bonsucesso não rendeu o esperado no primeiro tempo. A principal aposta de gols do treinador Dário Lourenço, que estreava no comando rubro-anil, era o centroavante Valdiram. Principal referência da equipe no setor, o jogador foi substituído logo aos 13 minutos de partida, graças ao rompimento de uma bolha no calcanhar.



Aos 33 minutos Allan cobrou escanteio e Nielsen cabeceou forte, no ângulo esquerdo do goleiro Everton, do Bonsucesso, que foi lá buscar e, com a ponta da luva, mandou a bola para escanteio.



A bola sobrou livre para Allan, que chutou fraco, a meia altura e no centro do gol, para fácil defesa do goleiro rubro-anil, aos 39 minutos. Dois minutos mais tarde, mais um lance perigoso, novamente com Allan: o jogador recuperou a bola no meio campo e arrancou pela lateral esquerda, passou para o meio e chutou da entrada da área. O goleiro Everton estava no contrapé mas, por um triz, conseguiu desviar a bola para a linha de fundo.



O Bonsucesso só voltou a ameaçar na segunda etapa. Aos 4 minutos, William desperdiçou excelente chance de gol aos chutar para o travessão. O Olaria só respondeu aos 23 minutos: Nielsen recebeu bola alta na área, controlada no peito e cabeceada para fora.



O jogador ditava o ritmo de todas as jogadas ofensivas da equipe, mas seus companheiros de ataque finalizavam muito mal. O Bonsucesso conseguiu equilibrar o jogo, mas o ataque era inoperante e a partida ganhou contornos dramáticos nos últimos minutos.



A comissão técnica do Bonsucesso reclamou muito dos 4 minutos de acréscimos oferecidos pelo árbitro Marcelo Pinto. Parecia prever o que viria adiante. Aos 47 minutos, Nielsen fez belo gol de falta e definiu a vitória alvianil. “Importante resultado, estou feliz por ter ajudado a levar o Olaria para a liderança da chave”, afirmou o meia artilheiro.



As equipes voltarão a campo quarta-feira. O Bonsucesso receberá o Guanabara, enquanto o Olaria vai ao Noroeste Fluminense enfrentrar o Cardoso Moreira.



A partida



Estádio Mourão Filho (Rua Bariri/ Rio de Janeiro-RJ)

Árbitro: Marcelo de Souza PintoAuxiliares: Alexandre Rodrigues da Silva Rebelo e Lúcia de Fátima Azevedo.



Olaria: Vinícius; Marcelo, Flávio (Jeffinho), Jordan e Silas (Thiago Sá); Marcos, Nielsen, Flávio, e Marquinhos; Bruno (Reginaldo) e Allan.Técnico: Toninho Andrade.



Bonsucesso: Everton; Bruno Luiz, PC, William e Cabral; Gomes, Valdiram (Edvaldo), Alan (Kemerson) e Jean Carlo; Rafael Rebelo (Gilmar) e Sassá. Técnico: Dário Lourenço.



Cartões amarelos: Kemerson e Alan (Bonsucesso) e Flavio, Flávio e Marcelo (Olaria).



Gol: Nielsen (Olaria, 47/2°t)

Fonte: Futrio

Nenhum comentário: