quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Sem vitória, sem gol e sem emoção.

A palavra "sem" pode perfeitamente definir o jogo de ontem, à tarde, no Leonidas da Silva.

No primeiro tempo as equipes se estudaram bastante, e o primeiro lance de "perigo" saiu aos 6 minutos numa falta cobrada por Jean Carlo e afastada pela defesa do Duque de Caxias, aliás, bolas levantadas na área foram as principais jogadas do Cesso no primeiro tempo.

O destaque do Bonsuça na primeira etapa foi o goleirão Éverton, que parou o baixinho Mádson, o Cesso chegou a levar um gol, mas foi bem anulado pelo auxiliar João Luiz Ribeiro Magalhães, alegando impedimento. Ainda na primeira etapa, o único cartão do jogo, um amarelo, para Cléber do Duque.

Vem o segundo tempo, e pouco muda o jogo, o baixinho Mádson segue assustando Éverton e o Cesso passa a ariscar chutes de fora da área, uma exigência de Marcelo Cabo.

Mas o técnico do Bonsucesso não contava com a falta de pontaria de seus atletas; Araújo, Gomes e Rafael Rebelo pouco assustaram o goleiro Adriano, nas tentativas de longe.

E mesmo com a entrada dos ex-jogadores do Fluminense, Alan e Rodolfo Soares, o Bonsuça não conseguiu fazer o gol e saiu da partida somando mais um ponto.

FORÇA, BONSUCESSO.

Nenhum comentário: